quarta-feira, 20 de maio de 2009

Viajar Low Cost

Começou com uma marcação para Madrid pela Vueling, e a promessa de ida a 59€ e volta a 70€ (total 129€)

De seguida os valores transformaram-se em 61 euros a ida e 72,93 a volta (IVA ou qualquer coisa, não percebi). Depois foi preciso juntar as taxas, cargos e impostos = 19€ a ida + 17,07€ a volta. Seguro (visto que de outra forma eles não se reponsabilizam por NADA) = 16€. Encargo por lugar (o mais barato!) = 3€ a ida + 3€ a volta. Mala (convém levar, certo?) = 20€ ida e volta (só 10€ se eu quiser deixar a mala lá...). Ora com isto tudo uma viagem que eles apregoam ficar a 129€ fica na realidade a 212€. Praticamente o dobro portanto. Só falta começarem a cobrar pelo número de passos que quisermos dar enquanto estivermos dentro do aeroporto.

E isto não tem nada a ver com nada, mas eu fiquei irritada e apeteceu-me partilhar. :)

22 comentários:

Frutinha disse...

E viva a publicidade enganosa! lolol

ajoanita disse...

É tudo a mesma treta!

A mamã disse...

tb já agonteceu aqui com o boss - na raynair
:-(

so_risoIncógnito disse...

Pois é o problema das low cost!
Publicidade, publicidade e no fim é o que é!
Nunca viajei em low cost, tenho viajado sempre tap e nunca tive problemas, a unica vezq ue reclamei fui bem indemnizada por isso não tenho que dizer, mas uma viagem que ia fazer como tanto se falava em low cost, lá fui eu tentar ver como isso funcionava, o pior (ou melhor) é que não percebi nada porque os preços apresentados era só o "chamariz" visto que havia o acréscimo, de taxas para isto e para aquilo, seguro, malas, jornais, comida etc, etc... e acho que é tipo autocarro tudo ao molho e sem lugares marcados...
acho, dizem, já ouvi, porque andar eu, ainda não!
so_risos**

sakura disse...

Bem me parecia que isso das viagens de avião a preço da chuva era uma grande treta...confirma-se!
Beijinhos!

Mister Peter disse...

E se calhar, se quiseres falar durante o vôo, ainda tens que pagar mais um extra. :-)

hugo disse...

Eu já fui a Brisol e voltei pela Ryanair e paguei 28€ (dos quais 8 foram a comissão por ter pago com cartão de crédito).
Para isso tens é de tirar todos os suplementos (bagagem de porão, seguro, entrada prioritária e afins) isto implica levar apenas uma mochila ou um pequeno troley e fazer chek-in on-line.
Eu sei que para os homens é sempre mais fácil enfiar roupa para 1 semana numa mochila, mas é o preço a pagar para ter uma viagem barata :)

papagaio disse...

nao é publicidade enganosa a viagem realmente custa o preço apregoado eles esquecem-se é de dizer que temos que pagar pelos extras...mas na tv á um gajo que diz que foi e veio a barcelona por dois centimos pela via low coast....

Anónimo disse...

Estes casos podem e devem ser denunciados. No entanto, é preciso ter em atenção ao que está escrito na publicidade ou mesmo no site. A lei é clara e aplica fortes penalizações a quem não a respeita.
Se tiverem suporte que prove as informações enganosas (p.e. brochuras, prints de sites), liguem para a DECO e depois enviem para os serviços de lá.

Poupinhas disse...

Ui Belota, que cara a viagem.. eu paguei 30€ pela rayanair.. mas será que é da época que está mais cara??? è que acho que podes poupar algum dinh na viagem para gastares em tapas e mojitos.. Oleeee
Besitos

joana disse...

Espera pelo TGV. Aí vai ser sempre caro mas ao menos não há surpresas.. :\

(Essa coisa de pagar o lugar acho que é opcional, pelo menos eu nunca escolhi o sitio em que ia sentada)

Abobrinha disse...

Mas tem vantagens em relação a uma companhia "high-cost": as hospedeiras são tão feias e tão deslavadas e tão "analfabrutas" que parecemos autênticas "misses". Mesmo despenteadas e sem tomar banho há 2 dias! Numa "high-cost", parecemos patinhos feios ao pé daquelas princesas, nem que tenhamos ido à esteticista e cabeleireira nesse mesmo instante e vistamos alta costura.

... só isso vale os suplementos todos!

Sandy disse...

Hum, eu vou para alemanha por 74eurs ida e volta...

kuka disse...

E na vueling,convém mesmo pagar a mala online e de preferência fazer print do comprovativo,porque se te esqueceres e fores pagar no aeroporto,fica muito mais caro(eu sei,sou ex-trabalhadora de aeroporto,lol).Os lugares não eram obrigatório pagar,pagas sim se te quiseres sentar nas saidas de emergência.
Acho que as low-cost não andam a compensar muito.Eu preferi viajar na tap(tive de ir até gatwick,foi uma vez,5 horas de bus e jurei para nunca mais,agora so vou ate heathrow) com direito a bagagem e snack do que na easyjet(luton fica mais perto),em que tinha que pagar bagagem,seguro,se quiseres comer tens de pagar.A passagem de aviao+bus para gatwick ficou-me umas 30libras mais baratas do que se eu fosse viajar na easyjet,sem bagagem e seguro,mas com o bilhete de bus incluido.
Às vezes não compensa,tem é de se saber procurar bem.
beijinhos

Patrícia disse...

Boas tardes
Sou completamente a favor das low-cost, mas apenas para viagens de curto ou médio-curso. Sim, não temos direito a excesso de bagagem (convém ter muita atenção às medidas que a companhia tem publicadas sobre as malas autorizadas nas cabines dos aviões), nem direito a seguro (posso ser louca, mas nunca o activei...), nem direito a comidinha, mas temos, finalmente, acesso a viagens a preços acessíveis.. e principalmente há finalmente em Portugal concorrência à companhia de bandeira.
Falas de um preço total de 212€, mas se não houvesse low-cost, qual seria o preço TAP? Basta ver que os preços para a Madeira caíram a pique desde que a easy-jet começou a voar para lá...
Outra coisa, qualquer coisa que não corra de acordo com o previsto deve ser reclamada, por escrito, que palavras leva-as o vento.
Trabalho na aviação e conheço as leis, e os passageiros são protegidos em inumeras situaçoes, mas como não têm noção dos seus direitos, não usufruem deles...
por ex: um atraso de 4 horas (imputável à companhia) dá direito a pelo menos 250€ cash.
desculpa pelo testamento e bons voos
pat

Squeeze disse...

Deve ser preciso procurar muito bem... Quando viagei para Londres, o primeiro passo foi vasculhar as low cost....o 1º problema foram as datas: se queria ficar uma semana, das duas uma, ou apanhava a ida barata e a vinda cara ou vice versa...logo ali comecei a achar que era enredo mais para marcar uma viagem...depois, escolhidas as datas, tinha de se escolher os suplementos ( o da bagagem não havia como evitar...2 pessoas, uma semana, pelo menos uma mala, só para mim...)....Feitas as contas, fui na TAP...paguei mais €20,oo ou €30,00 e em 5 minutos, sem stresses marquei a viagem....

Belota disse...

Ah pois, mas meninos que falaram nisso, Ryanair só voa a partir do Porto e eu estou em Lx. :( Em relação à bagagem, para 1 semana não consigo prescindir de mala no porão. Low-cost compensa se for uma viagem de 1 dia ou 2, mas para férias mesmo está a parecer-me complicado :S

Eu Mesma! disse...

Sinceramente sempre que penso voar em low cost acontece exactamente isso....

o valo aumenta aumenta e aumenta e acaba por não compensar ir em low cost... acabo por optar por uma das de bandeira mesmo :)

Lucy Fields disse...

tens toda a razão para estares irritada, mas isso acontece mto, quer na publicidade de viagens quer na ofertas das mesmas. é uma oferta, prémio, ou qualquer outra promoção, e depois vais ver tens de pagar as taxas q às vezes são superiores à própria viagem. temos de andar sempre atentas. bj

Anónimo disse...

Quais denúncias, quais publicidades enganosas!!! Aprendam é a fazer as coisas como dever ser enão sejam picuinhas.

Se era tão caro final porque não foste na TAP, Iberia ou Easyjet?!?!

Abobrinha disse...

Ah, e tal, porque a Ryanair só voa a partir do Porto!

(sorriso maldoso)

Não é para quem quer, é para quem pode! Anda lá para o Porto! Entre outras coisas coisas mostro-te frango com três pernas (e não estou a inventar!).

VCosta disse...

Abobrinha, estás forte... hehehe
Não percebo nada disso.
Viagens de avião não foram programadas por mim... apenas compareci no aeroporto!!!