segunda-feira, 16 de março de 2009

Por que é que as mulheres preferem os patifes

Meninos, já estou cansada desta vossa questão existencial. Nós gostamos de gajos imbecis que nos vão magoar. É assim. Somos parvas. Deal with it.

Pronto, agora a versão calma e racional (dentro do possível). Eu sei que isto não faz sentido na cabeça da maior parte dos homens e que não é muito inteligente da nossa parte, mas tal como vocês se sentem atraídos por uma mulher bonita, nós sentimo-nos atraídas por bad boys. Mas há uma razão para isso! Aliás, há mais do que uma até:

- para começar estamos aqui a falar de homens confiantes
E não há nada mais atraente para nós do que confiança
- geralmente giros (o que os leva a serem bad boys, podem dar-se ao luxo de o ser!)
E se não o forem, como são confiantes, passam logo a ser giros aos nossos olhos
- são incontroláveis, misteriosos e representam um desafio
Nós não queremos as coisas oferecidas de bandeja, isso não tem piada nenhuma!
- vão estar constantemente a contestar-nos
Enerva-nos um homem sem opinião que faz tudo o que nós queremos. É aborrecido. Às vezes precisamos de discutir um bocadinho.
- estamos convencidas que ele é um idiota hoje mas que amanhã mudará por nós
Ou melhor, nós é que o vamos mudar! É patético, eu sei, mas esta é uma ideia que apraz a maior parte das mulheres. Gostamos do desafio.
- questão de ego
Ele pode estar com quem quiser, mas está é connosco! Hum e isso sabe tão bem... :)

Nós não queremos um homem que nos trate mal, mas gostamos de um que dê um bocadinho de luta. Claro que com o tempo, o que acontece, geralmente, é que chegamos a uma fase das nossas vidas em que começamos a preferir os certinhos que nos fazem assentar. Mas até lá as coisas não parecem muito optimistas para os bons meninos. Por que é que nos atiramos de pára-quedas de um avião se podemos esperar que ele aterre? Por adrenalina, certo? Pronto, é isso. É exactamente a mesma coisa.

(Ok, eu acho que não me atiraria de um avião, mas é óbvio que me sinto atraída por gajos estúpidos. O que faz de mim um bocadinho estúpida também. lol)

67 comentários:

Eu mesma! disse...

Concordo inteiramente....

aliás....
detesto homens que me digam que sim a tudo... e que não há paciência para tanto melzinho....

excelente post e totalmente verdadeiro!

Stiletto (prev My Space) disse...

ah ah ah fantástico!
Toda a gente deveria ter uns quantos bad boys no "cadastro".
É que é tão boooommmm...

Sílvia disse...

Pois é verdade realmente...

bjo***

Storyteller disse...

Maravilhoso! É mesmo isso: homem que não dá luta não tem piada alguma!

Belota disse...

Ainda bem que estamos de acordo, é que eles queriam tanto perceber isto, a ver se percebem agora! :D

Pipoca disse...

Eu tenho mesmo um íman pra BadBoys...os fofinhos não têm piada nenhuma...

Sanxeri disse...

Infelizmente, subscrevo.

Amo um exactamente assim. Convencido, mulherengo. Fazia-me bem ao ego. Tinha esperanças que mudasse por mim. Não mudou... :S

Abobrinha disse...

Eu gosto de híbridos: bons meninos, mas com pinta de bad boys... são os melhores! E então se forem altos e magrinhos, melhor ainda!

Fada disse...

Já tive um badboy que foi realmente "bad"... :s

Mas o que eu gosto mesmo é de homens que tenham cérebro, que sejam bonitos (por dentro e por fora) e que saibam discutir sem faltar ao respeito!
E que me adorem, claro! lol

E sabem que mais? Eles "andem" aí... :)

Beijitos

Anónimo disse...

para começar estamos aqui a falar de homens confiantes
E não há nada mais atraente para nós do que confiança

Excepto ser giro... que é exactamente o ponto a seguir.

geralmente giros (o que os leva a serem bad boys, podem dar-se ao luxo de o ser!)
E se não o forem, como são confiantes, passam logo a ser giros aos nossos olhos

Não há nada melhor que um homem cheio de confiança (boa disposição e à vontade) na esplanada a beber uma cerveja, de pernas abertas a apertar as nozes e ajustar o pincel.

são incontroláveis, misteriosos e representam um desafio
Nós não queremos as coisas oferecidas de bandeja, isso não tem piada nenhuma!

Excepto talvez... hmmmm um anel de diamantes, uma pulseira, um colar, ir às compras e usar o cartão de crédito dele ou ainda senter o "rabinho" naquele assento de pele do Audi S5 (importado de Inglaterra).

vão estar constantemente a contestar-nos
Enerva-nos um homem sem opinião que faz tudo o que nós queremos. É aborrecido. Às vezes precisamos de discutir um bocadinho.

Saiiiii da frente ó muuuullllaaa!!!! Acabei de perder o golo do benfica. És sempre a mesma coisa, tou-te sempre a dizer que estás errada!

estamos convencidas que ele é um idiota hoje mas que amanhã mudará por nós
Ou melhor, nós é que o vamos mudar! É patético, eu sei, mas esta é uma ideia que apraz a maior parte das mulheres. Gostamos do desafio.

Vai casar, ficar com barriga de cerveja, ter um trabalho ranhoso e meter a carga de tarefas domésticas em cima dela. No fim disto, ela pensa, que se calhar o gordo com óculos fundo de garrafa, tímido, até seria uma melhor opção.

questão de ego
Ele pode estar com quem quiser, mas está é connosco! Hum e isso sabe tão bem... :)

Claro! Porque tou tantas pategas por aí, nós somos as mais estúpidas que caem nos truques mais reles e fáceis.

Ou seja, no fundo, de todas as mulheres, vocês foram as mais idiotas e fáceis...

Mas é tão bom enquanto dura.

tsk tsk tsk Se vocês olhassem melhor no que têm à vossa volta, viam que podiam ser muito felizes.

Mas cada vez mais, vocês não prestam atenção nenhuma. E são umas interesseiras e superficiais.

Praganitas disse...

Chama-se "ter pinta"! Tem muito mais piada conquistar um homem com pinta, do que um menino que parece que ainda é a mãe que lhe escolhe a roupa antes de sair de casa...

Belota disse...

Ena, anda aqui um anónimo aborrecido! Alguma coisa mais concreta que queiras partilhar...?

Juliana Castelo disse...

Concordo plenamente...
Todos os meus namorados bonzinhos dançaram... hehehe... e os malvados, me fizeram de gato e sapato e quem foi atrás foi eu! Mas como disse, com o tempo a tendência é querer os certinhos, relações estáveis, não iôiô! kkkk
Estou nessa fase... meu namorado é certinho!

José Marau disse...

Grande tema! Esse teu "Enerva-nos um homem sem opinião que faz tudo o que nós queremos. É aborrecido. Às vezes precisamos de discutir um bocadinho.".. ui.. Iauch! Perdi a Paixão da minha vida há 2 meses atrás.. e enquadro-me neste perfil (tirando o "sem opinião").. e.. não sei o que dizer, mas tb já me disseram coisas do género.. "tu colocavas ela num pedestal e isso não é bom!".
Como foi algo que acabou e nao deu p perceber porquê.. tenho aqui uma das razões certamente!
Obrigado Belota.
Bjs

José Marau disse...

Esqueci o teu "Nós não queremos as coisas oferecidas de bandeja, isso não tem piada nenhuma!". Bem, este é sem sombra de dúvida o post mais didáctico de 2009!!!
Parabéns! ;)

Anónimo disse...

Aborrecido?! Eu?! Nãhhh!

Vê bem as coisas, vocês é que perdem porque se armam em boas e gostam de fazer a triagem usando aspectos superficiais.

Saltos Altos Vermelhos disse...

Belota, o anónimo está zangadooooo!! LOL
São os que "dão luta" certo??? Tem sempre mais gosto!

Anónimo disse...

Zangado?! Nada disso!
Só acho -- acho não, tenho a certeza -- que é por se expôr cada vez mais esse tipo de ideias que se continua a praticar discriminação sentimental.

Basicamente, Belota o que tu disseste foi: "eh pá, durante os melhores anos da minha vida, vou ser papada pelos bad boys! Mas meninos certinhos, não se preocupem, que quando eu quiser assentar vocês podem ficar com os restos"

Não é propriamente o pensamento mais "bonito" seja para ti, seja para quem ficar contigo.

Não encontras um meio termo?! Há equilibrio em tudo :)

Belota disse...

Não Anónimo, a Saltos Altos Vermelhos tem razão e tu andas mesmo zangado, pelo menos é o que parece lá pelo teu canto...
Há equilíbrio em tudo, é verdade. Nisto também. Quando for a pessoa certa tanto nos faz se são bonzinhos ou não.

Juky disse...

Uma das primeiras coisas que me fez gostar do meu namorado foi a segurança e a inteligência! Depois veio o resto...

Mas também tive o badboy lindo de olhos verdes, inteligente mas mulherengo! Foi-se!

Tive o que fazia tudo por mim e abanava a cabeça a tudo que eu dizia, não tinha opinião própria e a inteligência passou por ele e não o viu! Enfim... mandei-o ir...

Agora este faz com que merecê-lo todos os dias seja um desafio! E gosto... se gosto! :)

Belota disse...

José Marau, podes colocar uma mulher num pedestal, mas sem que para isso lhe faças as vontades todas. Tens que dar um bocadinho de luta que isso mantém o interesse :)

Corset disse...

"Nós não queremos um homem que nos trate mal, mas gostamos de um que dê um bocadinho de luta." Ora lá está..senão perde mesmo toda a piada e interesse... precisamos de "pica" para dar ânimo à coisa xD

Stiletto (prev My Space) disse...

Até os bad boys um dia assentam ó Anónimo.
A Belota limitou-se a escrever, e com graça, os pensamentos de uma miúda.
Obviamente que as miúdas crescem, tornam-se mulheres e tudo isto deixa de interessar.
E com os homens passa-se o mesmo.. Ou será que os miúdos homens não querem todos um rabo bom e umas mamas como deve ser? hã?
Olha e se achas mesmo que as mulheres são umas interesseiras então fala com estilo. Audi A5? Dah... Ainda se fosse um Aston Martin...

Ms. Myself disse...

Bem... estava aqui a ler os comentários mas o que ia para escrever já está dito...
Todas têm ou tiveram bad boys na vida... :)
Faz parte da vida! :p
Sem isso a vida não tem muita piada... É tudo muito fácil.

VCosta disse...

Olha, todos têm a sua razão (ou então não...)!!!
O que penso é que na maior parte das vezes vocês são umas estúpidas...
Nós, homens, também não somos lá muito inteligentes nessas matérias, um bom par de mamas e um bom rabo e está a andar no S5 (que é muito mais à frente que o A5).
Sei lá.. são fases. Mas o que é certoé que a vida me ensinou a ser um "certinho" com alguma pinta de "BadBoy", como vocês lhes querem chamar!!!

Rain Sister disse...

Eu até concordo contigo, mas o pior é quando estás farta de bad boys e te aparece um aparentado a um anjo e no final é ainda pior do que os outros.
Beijinhos

Abobrinha disse...

Anónimo zangado

Acho que não compreendeste inteiramente o tom jocoso do post e respectivas respostas.

Pessoalmente já tive um ou outro bad boy. Diga-se que os tive PORQUE não estava suficientemente madura e não me apercebi que o eram na altura que me envolvi com eles. Ou seja, eu mesma não era assim tão interessante para um "good boy" que me aparecesse à frente, por isso a perda não foi nada por aí além.

Encontrei um bad boy disfarçado de bom moço há um tempo... mas aí houve um pequeno problema: eu já tinha crescido! Muito! E ele apercebeu-se disso quando apanhou com toda a minha personalidade em cima! Até saltou! Não lhe adiantou nada (continua o mesmo sacana, porque não sabe crescer), mas eu evoluí ainda mais e estou pronta a dar mais ainda ao próximo bom menino que tiver a sorte de me encontrar!

Não tenhas essa falta de fé nas moças, que elas não retribuem com falta de fé nos moços. Afinal, o segredo é manter a fé uns nos outros e aceitarmo-nos uns aos outros com as nossas limitações e defeitos. E ver as qualidades que elas escondem!

E arranja um nick, pá!

Anónimo disse...

[a gozar]
@Stileto: Eu disse Audi S5 :)
[fim do gozo]

[confiante]
@VCosta: Finalmente alguém percebe :)
[fim de confiante]

[cínico]
Meninas (mulheres) vamos esclarecer uma coisa: isto não é sobre mim. É sobre vocês.
[fim de cinismo]

[arrogante]
Vamos por passos (para vocês perceberem):
1. A Belota descreveu o que vocês "gostam" (e sim, homens inteligentes sabem que vocês são assim -- fáceis de manipular)

2. Por outro lado ainda num post anterior, a Belota achou "estranha" a atitude do tipo em relação ao sexo (sim, os gajos são superficiais)

3. Ainda num post anterior, ela fica triste por (bolas) acabou com o namorado.
[fim de arrogância]

[eu próprio]
Meninas, eu apenas estou a dizer que se querem que as coisas corram bem, têm de ter cuidado com aquilo que desejam.

Depois sofrem... é claro que é o sofrimento que nos faz crescer; mas se também fazemos sofrer os outros, a vida torna-se mais dificil do que de facto ela é.
[continuo a ser eu próprio]

(é básico demais ser "badboy", e vocês esquecem-se que há coisas bem melhores num homem)

Anónimo disse...

@Abobrinha: com 30 anos, já não tenho idade para estar zangado :)

O meu nick?! Anónimo... porque a preocupação pelo bem estar dos outros e a defesa por aquilo que é justo, nem sempre precisa de ter um nome...

Ms. Myself disse...

"[eu próprio]
Meninas, eu apenas estou a dizer que se querem que as coisas corram bem, têm de ter cuidado com aquilo que desejam."

Mas o que é que uma pita, como nós todas já fomos, vai estar a pensar quando se enamora pelo bad boy da turma, da rua, de onde quer que seja?!

Nós só conseguimos pensar direito quando amadurecemos e quando cometemos erros.. Erros que todos cometem! Incluindo os meninos...

Abobrinha disse...

Anónimo

Claro que não precisas de um nome. Mas dá mais jeito para termos como te tratar! Vá, escolhe um nick fixe e dá uma voltinha lá no meu tasco a mostrá-lo.

E não leves tudo o que é dito nos blogues tão a sério. Acredita que nós, as gajas, estamos atentas e vigilantes a estes fenómenos!

Os 30 anos são uma altura crítica, em que se pode ficar amargo (ou amarga) com as pancadas que se leva ou ainda mais doce. Eu escolhi a última opção, por fé pura e simples. Mas não é fé cega: dou oportunidades, cada pessoa que entra na minha vida é como se fosse a primeira... mas estou atenta para não repetir erros e para não me deixar pisar! Por isso as trintonas são tão interessantes!

Eu faço 35 anos daqui a um mês e pouco... e vou fazer uma festança!!! Interior e não só, porque finalmente sinto que atingi um ponto em que me sinto feliz comigo mesma e com os outros! Mas foi um processo complicado!

Fozeira disse...

Uiiii, que isto vai aqui uma discussão de meter medo...:)))

Como mulher, tenho a dizer que nunca escolhi os bad boys...Claro que sempre gostei de os apreciar mas nunca me seduziram os músculos salientes,o estilo brad pitt com os óculos escuros e a mania de que têm as miudas todas aos pés...

Os meus namorados foram rapazes absolutamente normais. Com qualidades que me atraiam...principalmente,aquela de abrir a boca e não dizer só merda. Nunca tiveram o culto do corpo ou de olhar para todas as gajas...no entanto, sei que olhavam pelo canto do olho e isso também eu faço!

Com os anos também me fui tornando mais terna e mais confiante...Nunca liguei à opinião das outras pessoas sobre os meus companheiros e tenho uma pessoa comigo que me acompanha. Não gosta de futebol, adora música, ver um bom filme,conviver com os amigos e cuidar das nossas coisas...é ele a dona de casa! faz tudo, cozinha, limpa...

E, melhor de tudo, não é um bad boy!!!:)

Beijo

Ju

Anónimo disse...

@Ms, Myself: Infelizmente conheço muitas mulheres (muitas mesmo) de 30 anos que não passaram a fase da "galinha bébé" (mais conhecida por "pita" de aviário). Sim, são todas iguais e sem personalidade.

@Fozeira: Graças a Deus (e eu sou agnóstico) que existem mulheres como tu.

Dá para ter confiança, em que pelo menos 1 mulher de toda a "raça" não vai com o primeiro "girinho e confiante" que lhe salta à frente.

Parabéns, por com 27 anos teres maturidade para perceber o que é importante :-D

Ms. Myself disse...

Anónimo, não considero todas iguais.. Lá por haver algumas senhoras que nunca passaram de "pitas de aviário" não quer dizer que todas o sejam também...

Não há regra sem excepção.

Miss G. disse...

Já escrevi sobre isto. Se quiseres dá lá um pulinho ao meu blog.

Marta disse...

Tem que ser acima de tudo inteligente e com personalidade forte...não precisa de mudar por mim e para mim...ser ele proprio sempre...n precisa de me dizer sim a tudo,mas se tb se armar em em "duro" que fuja lool pois não gosto de ser contrariada :)...
O meu homem para mim é perfeito...o homem mais inteligente que já conheci,nem sempre tem feitio facil...mas adoro-o com todos os seus defeitos e qualidades...
beijos e rebeijos...

Anónimo disse...

Olá,

Sou anónimo também, estou aqui para vos dizer que o outro anónimo, é uma mulher, com 32 anos, em dieta, com problemas de auto-confiança e provavelmente não terá parceiro, pelo menos estável, o que para ela é um drama, quis chamar burra à belota e não sabia como. Provavelmente quer ter um blogue, mas....

Belota disse...

Bem, uma pessoa distrai-se a fingir que trabalha, chega aqui e isto está como está! Grande confusão! Vou fingir mais um bocadinho e quando chegar a casa leio tudo com calma e comento mais qualquer coisinha...

Anónimo disse...

Desculpem, mas não me informei atenpadamente que o camarada anónimo, agressor da mulher em geral é no jargão da populaça, um abafa-palhinhas. Já constatei que também a anónima excelência verborraica, escreve de forma profundamente intelectual( que belo blog), Oh senhores, que temos poeta...

Anónimo disse...

Curiosamente o blog é de um amigo meu, como podes comprovar pelo nome indicado em cada post; pelo que definitivamente, não te sabes informar nada bem. :)

Quanto ao resto que tentaste "palrar"... passa-me ao lado.

Anónimo disse...

Acha, sua excelência que eu ia prestar atenção ao que o Sr. faz?
Basta-me um olhar de esguelha para saber com que estou a lidar, quero lá saber...E "passa-me ao lado", por isso é que anda aqui a fazer comentários e a responder prontamente. Oh evaristo tens cá disto?

Anónimo disse...

Cometi uma gafe imperdoável, escrevi no calor do momento atenpadamente, pelo que peço as minhas desculpas ortográficas, principalmente a si Belota, que não merece um n antes de um p.

Anónimo disse...

Não presta (atenção) mas devia. Se não está atento ao que o rodeia, vai continuar a cometer gafes...

Não descuro uma boa conversa, especialmente se estiver apimentada de argumentos inteligentes.

No entanto, não vou justificar a "rapidez" (já que também o foi) das minhas respostas, com um individuo limitado à "capacidade" de produzir provocações com insultos. :)

Anónimo disse...

Insultos? Quem eu? Meu caro senhor, primo pela cordialidade, e citações humorísticas de clássicos portugueses dificilmente se classificam de insultos. E abafa-palhinhas, não é um insulto, sabe por acaso o que significa? Pois então…não ponha a carroça à frente dos bois, porque se o quiser insultar, você dará imediatamente conta da intenção.
Quer conversar? Ainda bem, que eu também, pelo menos não insulta o Beaux Sex de forma aviltante. E pode crer que sou rápido, pelo menos enquanto o interesse o permitir, e por falar nas minhas capacidades, é testá-las, irá comprovar que na defesa da Belota, não me pouparei a esforços.
E por falar no belo sexo, diga-me cá uma coisa, precisa de ajuda, é porque desconfio que uma abordagem profissional ao caso (coisa para 2/3horas semanais para o resto da vida) poderá mitigar esse sindroma de agressivo-passivo. Viu?

Rui disse...

E que confusão vai para aqui.

Fica assim:

Há Mulheres que gostam de homens patifes.
Há Mulheres que gostam de homem bonzinhos.

Há homens que gostam de mulheres.

Fica o assunto arrumado.

Anónimo disse...

Sei e não sou. Portanto é um insulto.
Eu não insulto. Constato.
Não preciso de ajuda. E mais uma vez, não anda nada bem informado :)

Eu seria até capaz de dizer, que são pessoas como você -- com tão pouca (in)formação -- que fazem este país andar... a passo de caracol :)

Anónimo disse...

Rafael Chirbes
… um tour de force no qual eleva à sua máxima expressão os seus recursos narrativos e estilísticos …

,
A noção de cidadania tem de ser baseada numa forte tradição de participação. Globalmente a noção de democracia, incluí não só a formação de instituições políticas, mas também de movimentos sociais voluntários da sociedade civil. Na cidadania democrática, a tensão persiste entre as tradições de governo, cuja opinião é mediada através de negociações corporativas centralizadas (daí a argolada das quotas – como se fossem gado - das mulheres na assembleia), e a tradição igualitária e participativa dos movimentos activistas. A importância destes movimentos sociais, contém a noção de cidadania activa, e é visível numa análise que combine os movimentos políticos e a sua extensão social e política aos direitos das mulheres. A relação entre cidadãos em associações voluntárias, organizações e movimentos sociais e recreativos e agora Blogs, é uma pedra-de-toque do que se pode denominar “pequena democracia” por oposição à “grande democracia”. É na pequena democracia que é definida o POTENCIAL DE INFLUÊNCIA DOS CIDADÃOS COMUNS na sua própria vida e na comunidade local, enquanto a grande democracia relaciona-se com os problemas a nível nacional. Acho que não preciso de explicar a ambivalência. Muitas mulheres jovens são apoiantes passivas, não são AGENTES DE MUDANÇA, mas são apoiantes apesar de tudo. Um bem-haja. E em relação a si, arrepia-me que no século XXI sua excelência ainda exista, ainda respire, ainda não tenha sido castrado às dentadas por uma qualquer ninfa, e se lhe dou corda é porque sou terminantemente contra a piada por género, porque como o senhor na sua pertinente observação antropológica diz: “Dá para ter confiança, em que pelo menos 1 mulher de toda a "raça" não vai com o primeiro "girinho e confiante" que lhe salta à frente.” Realmente está tudo dito. Atinja o humano não atinja o sexo.
O senhor é abjecto

Abobrinha disse...

Ora bem

... o blogue não é meu e eu já me perdi com os anónimos. Sei é que a conversa descambou à revelia da dona do blogue e eu acho isso falta de consideração. E não havia necessidade!

Proponho que peçam desculpa à dona do blogue e (dado que até se parecem conhecer... acho) vão contar espingardas para outro lado, não?

Anónimo disse...

Falou, falou, falou... e no fim?! Nada! Pouco informado, preconceituoso, irritante, insultuoso e de perspicácia quase nula :)

Amigo, vai um cházinho? E eu é que sou o "Anónimo zangado". Será que agora vai haver uma divisão partidária no blog, para apoiar o "Anómino" e o "mais que anónimo"?

Anónimo disse...

Querida Abobrinha,

Por si que tem um nick-name tão cute, vou dar-me um nick, Abóbora, quanto à Sr.ª Dona do blog, Belota de seu nome, recuso-me terminantemente a incomodá-la, pelo que deixar-me-ei de coisas. Quanto ao outro anónimo: Olhe, se conseguir construir um pensamento articulado e pegar nele e escreve-lo, parabéns. Até lá, Vá aprender argumentação à capoeira das galinhas. Porque, pode apostar que existe preconceito nos meus comentários, contra si, e má (in)formação, que eu não sou flor que se cheire, e tanto quanto sei o senhor pode ser o cardeal policarpo, e longe de mim irritá-lo, quanto mais insultá-lo, você executa o trabalho bem sozinho, não precisa de ajuda. E quanto à perspicácia, admito que não é muito boa, agora oscilo entre achar que sua excelência é o Marco do BB e/ou, porque se pode dar o caso de ser uma e só pessoa, o Quim Barreiros.
Hasta
Abóbora

Anónimo disse...

Querida Abobrinha,

Por si que tem um nick-name tão cute, vou dar-me um nick, Abóbora, quanto à Sr.ª Dona do blog, Belota de seu nome, recuso-me terminantemente a incomodá-la, pelo que deixar-me-ei de coisas. Quanto ao outro anónimo: Olhe, se conseguir construir um pensamento articulado e pegar nele e escreve-lo, parabéns. Até lá, Vá aprender argumentação à capoeira das galinhas. Porque, pode apostar que existe preconceito nos meus comentários, contra si, e má (in)formação, que eu não sou flor que se cheire, e tanto quanto sei o senhor pode ser o cardeal policarpo, e longe de mim irritá-lo, quanto mais insultá-lo, você executa o trabalho bem sozinho, não precisa de ajuda. E quanto à perspicácia, admito que não é muito boa, agora oscilo entre achar que sua excelência é o Marco do BB e/ou, porque se pode dar o caso de ser uma e só pessoa, o Quim Barreiros.
Hasta
Abóbora

Belota disse...

Força, se é por mim continuem! Estou aqui a delirar com isto...!!!

(Rui, grande ponto de vista, gostei :) )

Anónimo disse...

Peço desculpa, mas não tinha lido com a atenção devida, o post da Dona aboborinha, eu cá, não conheço o outro senhor, nem a Sr.ª Dona Belota, sou mesmo da classe anónima.

As minha sincera devoção às bloguistas,

Abóbora

Belota disse...

Ainda sobre o tema deste post, vão é ler o que a Miss G. escreveu aqui

http://vidadeumagaija.blogspot.com/2009/02/comigo-ele-vai-mudar-ou-o-complexo-eu.html?showComment=1237317960000#c4592033698511554972

Não restam dúvidas. Refilem o que quiserem, mas parece que estamos todas de acordo...

Saltos Altos Vermelhos disse...

Bem isto daqui a pouco parece o programa "Prós e Contras" ai que demais! :D

Anónimo disse...

Não restam dúvidas. Refilem o que quiserem, mas parece que estamos todas de acordo...

Ou seja, digam o que disserem, a minha generalização sobre a percepção deste caso, assenta como uma luva.

Reitero a conclusão de um post anterior: as mulheres são interesseiras e os homens uns cabrões, salvo algumas raridades :)

Belota disse...

Não fui eu que escrevi "as mulheres são interesseiras e os homens uns cabrões", eu disse que foi o que aprendi por aqui (estava a reproduzir o que tinha sido escrito num comentário) e acho que se percebia sem problema o tom de comicidade.

Ou seja, sim, a minha generalização assenta que nem uma luva. Mas há dúvidas sobre o significado da palavra "generalização"?

Anónimo disse...

Belota, fui eu que disse isso. Apenas estava a confirmar aquilo que já antes eu tinha afirmado. :)

Belota disse...

Ok, alegra-te então, isso está escrito uns posts mais para baixo ;)

Francisco del Mundo disse...

Pois é, oh parvinha, ando a dizer isso há anos...:P Mas para mim a razão é essa de nos quererem mudar! E sim, disse nos porque já sabes que tenho a reputação de cabrão fofinho.. ahahah Que é aquela caracterização que vos confunde!!!:D
Beijão

Necron_Brazil disse...

Anónimo disse: "Eh pá, durante os melhores anos da minha vida, vou ser papada pelos bad boys! Mas meninos certinhos, não se preocupem, que quando eu quiser assentar vocês podem ficar com os restos"

Concordo plenamente com o Anonimo. E complemento, o fato de as mulheres gostarem de bad boys remete ao fato de elas gostarem de sofrer em um relacao, e partindo disso, o desejo de sofrimento e considerado uma doenca.

Mas, sabe como e... Mulheres, vai se entender. O fato que as amamos, e que todos nos (homens) buscamos a mesma coisa..

;)

Mr. Z disse...

Que festa :P

Anónimo disse...

Eu estava a pensar em pedir uma indemenização às mulheres pelo facto de terem fornicado o planeta todo, eu explico se as mulheres jovens gostam dos bad boys elas vao ter filhos com eles, depois quando ficam velhas e estereis ja gostam dos bonzinhos isto quer dizer que o mundo esta cheio de filhos da puta porque as mulheres abrem as pernas aos cabroes logo elas sao rerponsaveis mor pela grande bosta que o planeta se transformou, as vaginas sao o filtro geracional que decide que genes passam ora se elas gostam dos filhos da puta sao esse genes que passam de geracao em geração... entao que gaja é que eu posso pedir uma indemenização à Oprah? à escritora do Harry Potter? tem de ser a uma gaja rica né uma ultima pergunta se a ovelha procura a parelha, ora se a mulher procura os bad boys TODAS AS MULHERES SAO CABRONAS FILHAS DA PUTA????? TODAS AS MULHERES SAO MALIGNAS POR NATUREZA? morreram 43 mulheres no ano passado sera que morreram porque se juntaram aos bad boys logo foram bem mortas???? Don Corleonne

seixomirense disse...

O primeiro comentário em que o anónimo desmistifica a teoria de gostar de bad boys, está bem feito! Isso de bad boys é realtivo, para uma pode parecer um atraente bad boy, e o mesmo homem para outra pode parecer um menino copo de leite...

Sr. Verdades disse...

o Nome deste blog deveria ser "Os reais pensamentos de uma PUTA"

seixomirense disse...

Que exagero, um mulher n~pode ter pensmento próprio?

Ricardo disse...

Um conselho aos homens melhor é ter as duas facetas... é ter um lado bonzinho e um lado badboy elas ficam doidas. O problema disto é que nas ultimas décadas a sociedade, fez os homens pensar que a mulher é o prémio. Uma pergunta vocês acham que alguém que demora no mínimo uma 1 hora para se ajeitar para sair, é confiante ? Nós somos o prémio, o pior que pode acontecer a um gajo é sair com uma gaja e achar que ela boa demais para ele, elas topam logo pelo teu nervosismo sê descontraído e confiante. Procura nela três indicadores de atracção por ti e depois e só dar rapport. Nunca falha :)