sábado, 1 de maio de 2010

Há algo terrivelmente assustador em estar no mesmo espaço com dezenas de bloggers femininas que se entreolham sem saber quem é quem

Fui com a Butta ao lançamento do novo Sony Ericsson inspirado nas kimmidolls. E lá nos divertimos juntinhas a imaginar quem seriam as restantes 50 bloggers que por lá andavam. Acho esta coisa toda das rivalidades de perfis, guerrinhas entre blogs e do bullying online muito estranha. Se eu fosse a TMN tinha colocado toda a gente fechada no Museu do Oriente, com placas identificativas ao pescoço, e aquela que saísse viva no final da noite ganhava o telemóvel. Oh o potencial cómico disto...

9 comentários:

Buttafly...fly...fly... disse...

Por falar em telemóveis, estou a adorar o meu novo bichinho! Como diz a outra, "há coisas fantásticas, não há?"

;)

Pestinha disse...

Belota isso é que foi imaginar quem é quem...
Concordo contigo, não sei o porquê de tantas rivalidades entre blogs, quem não está contente vai ruminar para outro lado!!!
ehehhehehhehehhee
********

Kikas disse...

eu pagava para ver de fora xD ahah

Belota disse...

O meu bichinho imaginário também está muito bom!

Emanuel Kemp disse...

Fantasiar com o fim de algumas bloggers têm a sua piada mas depois quando se pensa nas consequências... Imaginem lá a quantidade de homem que passaria fome nessa noite? Por favor, não nos tirem o nosso alimento. Obrigado.

S* disse...

Mas há mesmo quem se preocupe em ver as outras bloggers? Eu divertir-me-ia, certamente. Mas daí a andar a examinar... eheheh

CFID1990 disse...

Tudo bem que um blog é uma pagina onde nos podemos inspirar, exprimir, comentar etc...
Agora, discutir qual dos posts o melhor, quais as ideias com a sua piada? Pah nao gostam de um blog passem ao seguinte nao se matem por isso -.-'

e na minha opiniao, a TMN so fez isto para ganhar Posts na internet para divulgar o telemovel..

Beijos CátiaSousa

Fada disse...

Ehehehe

Spooky, na verdade!

Mas gostei da tua ideia...lol

Beijinhos :)

Amoreca disse...

O melhor é estar na net como cá fora, descontraidamente...