terça-feira, 25 de maio de 2010

Globos de Ouro vistos pela Belota (agora é que é mesmo)

Quem está à espera de vestidos pode pôr-se já a andar que isto não é a Caras nem a Pipoca (nada contra a Caras nem a Pipoca, atenção) embora andasse por lá uma menina com um vestido de papel que muito me intrigou em relação aos perigos de alguém fumar perto dela. Perdeu-se ali um momento curioso. Embora preferisse que ninguém se magoasse. E como no resto o interesse não abunda por aí além, decidi atribuir eu os meus próprios Globos. Sem nomeações nem nada do género que não tenho cá tempo para isso. Pois que é como segue:

Globo de Ouro para melhor co-apresentador:
Vai para mim! Vai para mim que apresentei a categoria de Melhor Modelo Masculino, no lugar da Diana Pereira, que não esteve presente no ensaio geral. Ok, era só um ensaio, mas mesmo assim eu subi ao palco do Coliseu para entregar um Globo de Ouro (que naquele momento era uma garrafa de água só para fazer número, que também não se pode pedir tudo). Eu fiz isso. Vocês não. E quem manda nesta gala hoje sou eu e por isso decido que mereço ganhar. Se bem que o meu colega que se apresentou a ele próprio como vencedor, também não esteve nada mal.

Globo de Ouro para melhor funcionário da gala:
A senhora da casa-de-banho que além de ser extremamente simpática e cordial, ainda guardou durante uma hora o anel que eu deixei esquecido em cima da bancada enquanto lavava as mãos. Tive tempo de ir jantar e voltar, que o anel estava guardadinho no bolso dela à minha espera. E com um sorriso!

Globo de Ouro para a personagem da noite:
O senhor do restaurante em frente ao Coliseu com o discurso: Já ando nisto há mais de vinte anos, ainda me lembro da não-sei-quantas quando era casada com o não-sei-quantos, antes de ir viver com o outro, que depois teve um programa na televisão porque dormia com a outra, e quando sair daqui, ainda vou lá dentro espreitar, que eles deixam-me entrar, ou então vou para casa, meto o fato-de-treino e vejo na televisão. Estes, eu topo-os a todos!

Globo de Ouro para a coisa mais irritante de sempre:
Os figurantes aos gritos na passadeira vermelha enquanto as pessoas passam. Não estamos em Hollywood e só uma pessoa que tenha deixado a auto-estima e o bom-senso em casa é que não sente um bocadinho de constrangimento ao ouvir aquela gritaria falsa e paga.

Globo de Ouro para pior leitura do teleponto:
Bárbara Guimarães em ex aequo com Diogo Morgado. Dispensa comentários adicionais.

Globo de Ouro para o pior discurso (vezes três!):
Oi, eu goisto muito dji Pórrtugau e do povo porrtuguéis. Já se acabava com as novelas brasileiras na SIC, não?

Globo de Ouro para a categoria mais parva:
Melhor revelação, atribuído a Daniela Ruah. Não é que ela não seja boa naquilo que faz, mas já cá anda há 10 anos e esta coisa de se ir para o estrangeiro para se ser reconhecido no país dá-me vontade de vomitar.

Globo de Ouro para melhor piada da gala (que não estava no guião):
Alpinista João Garcia enquanto se preparava para anunciar o vencedor: mandam um homem sem unhas para abrir um envelope!. Muito bom.

Globo de Ouro para a melhor gaffe da noite:
Durante a festa no Skones, quando se começa a ouvir a música “I want to live in Ibiza” e o meu amigo comenta: Isto já está a baixar de faixa etária, então agora vão passar a música “I want to be in Benzina”??

Globo de Ouro para melhor mal-entendido da noite (como quem vai ganhar sou eu, já não lhe chamo gaffe):
Ele: Estás a ver isto? A isto é que se devia chamar um país sem stress.
Eu: Peixe em stress? O que raio é um peixe em stress??

Globo de Ouro para melhor solução anti-multa:
À porta do Skones:Estou mesmo a ver, “não senhor agente, eu lá beber, bebi, que aquilo sempre eram os Globos de Ouro, mas não me meti atrás do volante, não senhor, só mesmo atrás do guiador.”

20 comentários:

S* disse...

Homem sem unhas?! ahahah

almighty yellowphant disse...

"Globo de Ouro para pior leitura do teleponto:
Bárbara Guimarães em ex aequo com Diogo Morgado. Dispensa comentários adicionais. "
Oh belota como concordo. E tive que ouvir o raio da mulher a noite toda...

disse...

Muito bom Belota, a contrastar com a imensidão de comentários aos vestidos, como se a gala fosse só isso. Confesso que não vi (não há muita paciência), mas gostei da tua visão da coisa ;-)

o stressado disse...

Parabéns Belota, este é para mim um dos teus melhores posts. Muito bom.

Fatyly disse...

Também não vi e o alpinista João Garcia de certeza que não se intimidou devido ao seu sentido de humor, porque todos sabem o que lhe aconteceu aos dedos, mas realmente parece anedota!!!!

Também gostei da tua confirmação "da coisa mais irritante de sempre: (...falsa e PAGA?) xiii se eu soubesse tinha-me inscrito para ganhar uns trocos.

Quanto às restantes personagens não faço a mínima quem são mas fizeste-me rir à gargalhada com as tuas "tiradas":)

Parabéns pelo post!

Madame Butterfly disse...

Já cá faltava, de facto, uma perspectiva diferente dos Globos! Gostei...gostei muito!;)

Ricardo disse...

Milagre! nada de vestidos e sapatos e cabelos!
Adorei este post! fartei m d rir. e aquela parte da Daniella Ruah... totalmente verdade enfim... portugal é assim.

Ruben Alves disse...

É brilhante Belota! :)

Paulinha disse...

Assino por baixo dos elogios todos, Mulher!!!

;)

Fan Futurama disse...

(Eu bem sabia que ia estar diferente!)

E agora, para fazer disto um comentário a sério, uma questão que continua a fazer-me confusão depois de ler a resposta escancarada no texto: A Sra. Belota esteve nos Globos de Ouro?

Mais uma pergunta para contar na ata: Podemos finalmente dizer que a SIC tem imagens tuas nos seus arquivos?

(Uma despedida a valer: Screw you! Apagaste os meus comments!!!)

Boas noites. :)

eu... disse...

Falta um rapariga.

Globo de Ouro para o relato mais original dos Globos de Ouro:
Tu.

Fartei-me de rir :)

Belota disse...

Hahah "Eu..." muito obrigado! Uma pessoa vai a um evento daqueles e tem que levar a coisa para a brincadeira senão não aguenta a superficialidade ;)

Fan Futurama, quais comments? Isto nem tem moderação! Eu não apaguei nada!

Paula Raposo disse...

Ehehehehe já me ri!!

Pintas disse...

Achei tudo bem, menos as novelas da Globo que até são bem boas comparadas com as portuguesas que variam entre a história do Monte Cristo com Carochinha. Pena, pena, é chamarem-nos sempre cá para apresentar os Globo, para quê?

Teresa disse...

Eu gosto das novelas brasileiras!!

Fan Futurama disse...

Oi Belota.

Eu disse aquilo na brincadeira, até porque não sou muito de protestar. Mas pensava que tinhas apagado todo o "histórico" do post para o começar de novo, querendo ter apenas comentários no contexto do novo conteúdo.

Só agora, quando iniciei sessão, é que precebi que fizeste 2 textos sobre os Globos. (Ou seja, só agora é que percebi que não apagaste nada.)

Fan Futurama em mais uma despedida com um conhecimento da língua inglesa como nunca se viu: My bad!

Um dia... disse...

confesso que não vi, mas depois de ter lido isto até gostava de o ter feito! :)

Isa disse...

conheces a história do Bryan Adams, que vivia em cascais e foi com uma demo a uma editora, disseram que aquilo era uma gd merda, n valia nada... é um país de merda, sim, e é preciso fazer sucesso lá fora pra se ser reconhecido aí. Basta ver a Marisa, a Joana vasconcelos e tantos, tantos outros. Bem fez a Daniela!

Belota disse...

Sim, o Bryan Adams viveu em Cascais mas o resto da história da editora é mais conversa que outra coisa. Vamos lembrar que os Beatles também ouviram um não. Em Londres. Isso de insultar o país assim (mesmo quando se tem razão em algumas coisas) não ajuda muito... pois não?

Trouble Loves Company disse...

Belota, amiga, para quem não viu os globos e não tem hipótese de rever o momento no youtube... A querida não faria o obséquio de relatar, com a sua habitual comicidade, o momento Guimarães-Morgado?


Obrigada!! :)