segunda-feira, 19 de novembro de 2007

To date or not to date

Que bom que é estar numa fase de dating… Levanta mesmo o ego a uma miúda!
Ser levada ao cinema por um amigo num dia, ser levada a jantar fora por outro amigo noutro dia, ir tomar café com outro diferente no dia seguinte… Tudo numa boa onda e de forma descontraída, sem que os dates tenham de levar necessariamente a algo mais.
Bem sei que as mulheres têm muito mais facilidade do que os homens em entender este conceito: dating como uma forma de simplesmente conhecer novas pessoas, sem que esteja necessariamente implícito um (chamemos-lhe assim) «prémio» no final da noite.
E mais: para os homens (aprendi com um amigo meu na semana passada) faz toda a diferença o date ser marcado numa Terça-feira ou numa Sexta-feira.
Passo a explicar: se for marcado no início da semana de trabalho, significa (para os homens, atenção!) que a mulher poderá estar interessada no homem que a convida (mas não é certo que a mulher esteja interessada). Se for marcado para uma Sexta-feira ou Sábado, eles assumem automaticamente (!!!) que a mulher está interessada. Na perspectiva dos homens, se as mulheres aceitam um convite para um destes dias, é um dado adquirido que estão altamente interessadas e, ainda segundo a perspectiva deles, ao aceitarem ir ao cinema ou jantar numa Sexta-feira ou Sábado, isto significa que existem grandes probabilidades de as conseguirem arrastar para casa. Isto segundo os homens!!! Eu não fazia a mínima ideia de que a escolha dos dias da semana podia ser tão determinante…
E mais: se pagam o cinema ou jantar, esperam receber algo em troca. E isto porquê? Porque (a explicação é hilariante!) se nos oferecem o cinema ou o jantar, estarão a pagar em dobro. Ao pagar em dobro, estarão a fazer um investimento. E se estão a fazer um investimento, esperam obter retorno (como qualquer bom investidor…).
E aqui entramos nós: as que supostamente estamos, segundo eles, «obrigadas» a reembolsá-los, dado o investimento por eles feito em nós.
É hilariante!!! Assumem, com base em teorias por eles inventadas, que as mulheres irão «recompensá-los» pelo investimento que fizeram durante a noite.
E o mesmo raciocínio se aplica à velha técnica de “pagar copos”…
Pura e simplesmente, não são capazes de ver os dates como uma forma descontraída de conhecer novas pessoas.
Por isso, mulheres, já sabem: dates no fim da semana significa automaticamente que estão interessadas e o facto de vos pagarem o jantar significa que estão (obrigatoriamente) à espera de retorno (ainda que a médio prazo). Pelo que, a menos que queiram arriscar (se quiserem, força! Bastará marcar o date para o fim de semana), passem a marcar dates para o início da semana e passem a pagar o jantar a meias!!! O que realmente é uma pena, porque sabe mesmo muito bem sermos convidadas para um date sem termos de nos preocupar com a questão financeira…

4 comentários:

Ana disse...

Só mesmo na cabeça dos homens é que essa teoria tem realmente lógica!!! lol

PS - Concordo contigo nada melhor que uma conversa com um amigo para ficarmos com o ego bem alto!!!

Belota disse...

Ai, ai... isto é lindo! Absolutamente genial! Então e se eu, que sou rapariga, tiver vontade de marcar um date para o fim-de-semana? Ele vai achar logo que eu sou uma p***? Help guys, estou confusa!

Pistaxa disse...

É por essas e por outras k cada um paga a sua continha e mais nada =) secalhar a questão do fim de semana é porque geralmente todos temos planos para o mesmo, e estamos a abdicar de estar com os amigos por causa deles lol

Vai-se lá entender este bicho raro^^

Morena disse...

Já sei! Eureka! Marcamos ao fim de semana, deixamos que paguem a conta e depois damos uma deixa que o meu namorado me ensinou "Foi tão bom estar contigo... ainda bem que podemos sempre ser bons amigos!" Não é lindo? E ainda mamámos uma jantarada grátis!
Não, ele não mo disse a mim, ok? Eu fui um date de uma bela sexta-feira e tava mesmo na onda de ir ficando... ;)
És linda Deusa... espectacular este Post!