quinta-feira, 22 de novembro de 2007

A Belota está triste...

Pois que é assim: Somos todas diferentes. Temos todas opiniões diferentes sobre gajos. Cada uma vê as coisas à sua maneira. Não estivemos de acordo em relação a alguns posts e pronto. Estragou-se tudo. Agora andamos aqui feitas parvas armadas em mulheres banais que se chateiam ao fim de um mês de fazerem qualquer coisa juntas. E nós não somos assim. Nunca fomos, vamos ser agora? Que morram os homens e que um vírus consuma todos os blogs da internet. As minhas meninas vêm primeiro.
A DeusA estava lá nas minhas primeiras brincadeiras infantis que representavam aquilo que idealizávamos para o nosso futuro (que aos 6 anos aparentemente consistia em dobrar os filhos, arrumá-los numa gaveta e ficar à conversa e a beber chá). Esteve lá durante os intermináveis anos de escola em que éramos postas na rua por estarmos sempre a rir e cujo objectivo principal das nossas vidas passava por tentar roubar o maior número de enunciados antes dos testes. A Morena estava lá quando tivemos que fazer coro com um polícia no “Come on Eileen” que estava a passar na rádio só para nos livrarmos de uma multa numa operação stop. Esteve lá quando eu troquei o José Fidalgo por um gajo bêbedo que eu nunca tinha visto na minha vida mas com quem acabei por namorar durante 2 anos e meio. E eu também estou sempre lá para elas e acho que a minha vida não seria a mesma sem os telefonemas histéricos quando emagrecem 500g ou se não fossem para minha casa chorar que só querem uma vida banal para se poderem queixar que levam uma vida banal. É que eu também faço o mesmo com elas e farei sempre independentemente dos gajos que passarem pelas nossas vidas. Por isso este post não é sobre gajos. Mas é sobre as minhas gajas. E como nunca haverá nenhuma discórdia de opinião ou blog que interfira na nossa amizade. E por isso vendo bem eu até nem estou triste, estou só mesmo contente por ter amigas assim. E a partir de hoje se gostam do que lêem por aqui tanto melhor, se não gostam paciência. Os comentários existem para isso mesmo.

P.S. – Vá aproveitem, que eu sei que vocês sabem que é isto que eu sinto, mas também sabem que não sou dada a estas lamechices com muita frequência…

18 comentários:

anónimo não alcoólico disse...

Gostei do que li, viva a amizade!

Belota disse...

Nem mais... por falar nisso, nós sabemos quem tu és ou vamos ter que prestar atenção a todos os gajos que cortaram o cabelo recentemente?

anónimo não alcoólico disse...

Não é que não goste de brincar às escondidas mas vim aqui ter por um mero acaso. Apeteceu-me comentar, só e apenas isso. Para mim, são tão anónimas quanto eu, com uma diferença, sabem que cortei o cabelo lol

Belota disse...

Então comenta que és muito bem vindo :D

DeusA disse...

Também acho, minhas queridas gajas...
Escrevemos o que nos for na alma: era esse o objectivo do blog, não? ;-)
Todas diferentes, mas todas iguais no que diz respeito à amizade. A ideia é fazermos este blog juntas. Por isso, mãos à obra!
;-)

DeusA disse...

E fica definitivamente comprovado: as mulheres são umas complicadas a trabalhar juntas.
Se este blog fosse escrito por homens, estas coisas não aconteciam... :-P

anónimo alcoólico disse...

E já fizeram as pazes? lol

DeusA disse...

Mas quem é que se zangou???????
ehehehheeh

Ana disse...

Oh... Agora fiquei eu deprimida... :( Lembrei-me de umas amigas que tanta falta me fazem e que sei que posso contar com elas para tudo como vós as três!!
É bom demais ter amizades assim!!! Mas são tão raras!!!

Thelma disse...

Concordo! São raras!

Por isso devem ser tratadas com tanta estima e carinho!!!

E fica aqui mais um blog de gajas: acho que vão gostar:

http://galaxioesfera.blogspot.com/

:-D

Morena disse...

Na vida, há que valorizar o que tem valor e travar o que corroi esse valor. A amizade é o que resta de namoros terminados, empregos perdidos e bebedeiras de caixão à cova! É ela quem está lá... no antes, no durante e no depois! De tudo! Sempre! Ao contrário do que a Deusa acha de mulheres a trabalharem juntas, eu creio que "chatisses" são uma mais valia numa amizade de mulheres inteligentes como nós. Mostra que somos normais, que temos um lado bonito e um lado feio (como toda a gente) e acima de tudo que se não fossemos amigas de verdade, nem falavamos sobre estes assuntos pela frente, nem tão pouco eles eram resolvidos.
Mas como referido no início... afastemos o que corrói e eu tou fora da intervenção deste blog, muito embora continue a ser a fã numero 1 destas fantásticas escritoras ;)
Um beijo às minhas meninas.

Belota disse...

As tuas meninas não te deixam ir embora por uma coisa estúpida!

Francisco del Mundo disse...

Ahahahhahahahhahahaha... vocês são impossiveis... Como é que é possivel ao fim de alguns posts se terem desentendido???? É que nós homens nem tinhamos tido de certeza essa capacidade de ler o que os outros já tinham escrito... ahahahha Meninas, vamos lá a ganhar juizo que eu gosto muito de vir aqui!!!:D
Beijos para as três

Belota disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Belota disse...

Well... I guess girls will be girls! Mas não faz mal que saímos sempre destas coisas mais amigas ainda :)

Belota disse...

Thelma tens toda a razão. Quem ainda não conhece o galaxiosfera.blogspot.com que lá vá dar um saltinho e que leia os posts intitulados "estou fartinha!" ah pois é...

Pistaxa disse...

/mesai de lagriminha do olho e vai ligar a todas as suas amigas para uma jantarada =D

Anónimo disse...

Sim, provavelmente por isso e