quarta-feira, 2 de abril de 2008

Lição nº6

Ajudar

Ofereçam-se para ajudar. Nós gostamos, e se não o fizerem eventualmente vamos refilar que nunca o fazem. Mas muito importante: prestem atenção à nossa resposta. Somos capazes de dizer uma vez “não é preciso, obrigada”, o que na realidade não passa de pura educação. Perguntem outra vez e depois façam aquilo que pedirmos com um sorriso. Se à segunda, no entanto, voltarmos a repetir que não é preciso, não se mexam mais. Para nada. É que das duas uma, ou vão fazer tudo mal, ou fazem bem mas levam o dobro do tempo. E isso irrita-nos porque nos dá trabalho a dobrar.

3 comentários:

susy claro disse...

Clap, clap, clap! Duro e puro! Parabéns!

O pensador disse...

Por acaso a maioria das vezes só perguntamos uma vez e esperamos um bocadinho até que a sua teimosía passe e ela seja capaz de reconhecer que não é capacitada para o fazer....hehehe

Não é por nada mas torna mais saboroso aquele momento final em que passa a serem elas a pedir a nossa ajuda....

:-)))))

Belota disse...

Por acaso estava a referir-me àquelas coisas que parecem que os homens não são capacitados para fazer mas que fazem parte do dia-a-dia e têm que ser feitas na mesma. Nas outras sou a primeira a pedir ajuda :D