quinta-feira, 3 de abril de 2008

Lá estamos nós a complicar

Ontem fui jantar fora e na mesa ao lado da minha estava um casal em que a rapariga dizia ao namorado “claro que é bom que gostes de mim por causa disso, mas não é só isso…” e eu não consegui perceber o resto mas comentei com um amigo rapaz que estava ao meu lado, e que me respondeu sem hesitar “de certeza que se ouvisses tudo que ela tem para dizer, que deve ser um perfeito disparate, ias achar que ela tinha razão". E eu fiquei a pensar nisso. Por que é que gostarem de nós nunca é o suficiente? Nós queremos sempre que eles gostem pelas coisas que nós decidimos que são importantes. Não por aquilo que é importante para eles. Gostar só não chega. E gostarem das coisas que nós não gostamos em nós, é pior ainda. Não devíamos conseguir apenas ficar felizes por termos alguém que nos ama incondicionalmente?

(este post parece-me um pouco confuso, mas eu fiquei mesmo confusa com isto também…)

15 comentários:

Anónimo disse...

Porque é que complicamos tanto, não é?

Amor é, acima de tudo, aceitar.
Uma pessoa pode não nos amar como nós gostaríamos que amasse, mas no entanto, pode amar-nos o mais (ou o melhor) que pode.

Aprendamos então a aceitar os outros e a deixar-nos amar, simplesmente.


:)

O pensador disse...

«..Não devíamos conseguir apenas ficar felizes por termos alguém que nos ama incondicionalmente?..»

- Quando existe amor é inegável que sim.
Mas neste caso ainda não se trata de amor.
A rapariga falou em "gostar", não em "amar"...

Confesso que me sentiria preocupado é seela dissesse:"claro que é bom que me ames por causa disso, mas não é só isso..."

Gostar, toda a gente gosta.
Olha...eu por exemplo, gosto muito do meu cão....

:-)

Belota disse...

Ok, bons pontos de vista... Anónimo também és homem? É que isto soa-me mesmo a confusão de miúda. Vocês vêem as coisas de forma muito mais prática... E têm toda a razão nisso...

Francisco del Mundo disse...

Ahahah! Andas mesmo perdida.. Sim, vocês fazem tempestades em copos de água... Sim, seria mais fácil se apenas vivessem sem pensar... Não, isto nunca vai mudar...:D
Beijo

PsYcHo_MiNd disse...

As gajas querem sempre tudo como elas mandam e ai de um gajo que critique um vestido ou alguma coisa do género, acho que muitas nem querem que gostemos da própria mãe mais do que delas.

Catwoman disse...

Amar incondicionalmente? Isso existe entre humanos?

Não me parece.

Ou então perdi a fé. Não acredito nisso.

Anónimo disse...

Sei que existe, pois já tive tal sentimento. Mas por muito incondicional que seja, precisa de ser cuidado, senão a razão irá sempre falar mais alto, ela que é a principal inimiga do amor...

Já agora, muitos parábens pelo blog! É excelente ;)

Beijos do norte do país

Ana disse...

As mulheres têm uma tendência para nunca esta satisfeitas com nada!! :s

O pensador disse...

«..A razão é a principal inimiga do Amor..»

- O amor tem razões que a própria razão desconhece...

solo disse...

estou basicamente com a cat, não há amor incondicional

e com a ana, só que as mulheres não têm uma tendência, elas NUNCA estão satisfeitas, nem que para isso tenham que produzir (elas próprias) as insatisfações.

Sónia disse...

Serão as mulheres mt complicadas ou os homens simples demais?
Serão as mulheres insatisfeitas ou os homens comodistas?

O pensador disse...

A verdadeira questão não será propriamente o quem é o quê!
O mais importante será perguntar o que é que resulta melhor e dá melhores resultados na nossa vida?

$@rit@ disse...

Ok, concordo que no geral, nós gajas complicamos um bocado a cena... Queremos sempre mais e melhor... Mas o ter alguém que nos ama incondicionalmente pode não chegar, se nós não nutrirmos o mesmo tipo de sentimento... aí, não conseguimos ser felizes.

$@rit@ disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Belota disse...

Ai... depois de ler isto tudo estou com o Francisco "Não, isto nunca vai mudar"...
:S