segunda-feira, 14 de abril de 2008

Inocência

Dizem os Mundo Complexo neste Puto Charila:

“Esquece lá essa bola, então não gostas de mim? Foste tu que me ofereceste aquela flor de jardim. Até faltaste ao encontro para não faltares na baliza. São apenas coisas simples que a inocência eterniza.”

E eu penso que é querido. Se hoje imagino um puto a trocar uma menina por uma bola, por muito que ela fique triste, eu vou rir e achar querido. Porque é inocente e eles são pequeninos. Mas o que acontece a essa inocência quando crescemos? Vai para onde? Alguém me explica?! É que depois de crescidos, se algum gajo me oferecer uma flor, eu penso logo que me está a tentar saltar para cima, e se me deixam pendurada por causa de um jogo de futebol, o caso fica muito mal parado. Ai que fica.
Por estas e por outras é que eu acho que os homens não crescem. Mas se calhar as mulheres também não deviam.

12 comentários:

Pistaxa disse...

Gostei mt deste post =)
E concordo plenamente k eles não crescem e nós "crescemos" demais..
Mas se antigamente acreditava na inocência, hoje em dia fica cada x mais dificil.

Ana disse...

Inociência sim... Mas qb!!! Tudo o que é demais também enjoa! Sei que estou a ser mazinha mas é verdade!!

Ladybug disse...

Ai, como te dou razão...

bjinho

Catwoman disse...

Os homens não crescem ponto final. Por isso não hesitam muito entre nós e um jogo de futebol e cervejas com os amigos. Por isso não sabem definir prioridades porque fazê-lo dá muito trabalho e faz pensar muito, e porque pensam que nós vamos sempre amparar-lhes o jogo. Até ao dia em que nós anunciamos o fora de jogo.

Fozeira disse...

Este post está a parecer-me uma autêntica guerra dos sexos...
Conheço homens que já perderam a inocência, outros nem tanto. Nós crescemos muito mais rapidamente que eles, é certo...mas eu continuo a guardar uma certa inocência, que só mostro a quem eu quero...

Se já muitos me trocaram pelo futebol...Não...até porque é nesses dias que prefiro marcar umas jantaradas e saídas com as amigas e fazer coisas, que do ponto de vista deles, também pode interferir na nossa saudável relação.

Decerto já todas presenciaram a reacção dos vossos miudos quando lhes pedem para ir às compras. É que as mulheres experimentam tudo o que há para experimentar, aquela loja vai ser sempre a última em que entram e, na maioria das vezes, nunca lhes pedimos opinião. Por isso, também vejo a questão do lado deles...

Para haver consenso, dia de futebol=dia de programas com as amigas ou amigos ou sozinhas...

Ou

Dia de futebol=dia de "passear" em frente à TV e dele (assim como quem não quer a coisa) com aquela roupinha que o deixa compeltamente louco...Depois é só pegarem no cronómetro e verem quanto tempo ele aguenta!!!

Se tudo isto não resultar, arrajem um rapaz que não goste de futebol...

So simple!!!:)

Beijinho

Ruben disse...

Ao meu ver, trata-se mais de erro de casting do que evolução. Talvez os homens que façam isso, sejam mais qualificados para estarem com mulheres que trocam o homens por novelas. A literatura destas espécies deverá ser dividida entre "A BOLA" e "MARIA". Não queiramos misturar uma mulher naturalmente evoluída, preparada para viver de uma determinada forma com um gajo que apesar de ser fixe ou simpático ainda vive com modelos do passado não compatíveis com formas de viver da maior parte das mulheres que aqui comentaram. Para estes homens, existem mulheres que gostam de futebol, que cospem no chão, arrotam (ok, isto é exagerado :P). Cada macaco no seu galho. Há dias (em fevereiro) escrevi algo semelhante que chamei de "selecção dos genes", talvez gostariam de dar uma vistinha de olhos só para completar esta teoria do crescimento e evolução da Belota: http://www.ruben-alves.com/index.php?p=blog&id=168

Para terminar, não podem generalizar, nem todos os homens vivem no século passado, nem todos gostam de futebol, e mais ainda, há alguns que são e podem ser românticos, que sabem conversar sobre vários assuntos e talvez sejam mais indicados, porque eles também evoluíram e tem outro tipo de mentalidade... E eles também talvez procuram mulheres mais "evoluidas". Talvez na blogoesfera possa ser uma espécie mais recorrente, no entanto na vida de todos os dias, é algo de particularmente raro...
Por isso, penso seriamente que não se trata de evolução, mas simplesmente erro de casting :P

Francisco del Mundo disse...

"É que depois de crescidos, se algum gajo me oferecer uma flor, eu penso logo que me está a tentar saltar para cima", é por causa de frases destas que os meus blogs tem os nomes que tem...
beijo

O pensador disse...

Este post provocou-me um sorriso.
Desde os tempos de escola que as mulheres sempre se sentiram mais atraidas pelos "putos rebeldes giraços" em detrimento dos "homens" que por serem mais ajuizados não conseguem ser tão populares.
E depois claro...queixam-se que eles não crescem.

A pergunta que se coloca é esta:
Uma mulher que se sente atraida por "crianças" não está a ser tão infantil quanto elas?

Ruben disse...

Pensador, marcaste 10 pontos em prol dos homens.... :)

Anónimo disse...

se te oferecem uma flor pensas logo que te querem saltar para cima?!...
:)
oferecer uma flor é romantico.
é por essas e por outras que não merecem que vos ofereçam nada!

Belota disse...

Ou isso ou vocês têm que deixar de ser queridos apenas quando têm segundas intenções... É que é tão frequente que depois nós assumimos que é sempre assim!

Voador disse...

Bolas, decidam-se lá...

É que tenho a certeza de que, se um homem fosse sempre assim, o acusariam de ser um chato, demasiado sensível, ou seja, um verdadeiro totó!