terça-feira, 6 de abril de 2010

Quem nunca passou por isto que meta o dedo no ar*

Estava a Belota cansadita de esperar que os carros parassem para atravessar a rua, quando decide aventurar-se a passo rápido e de saltos altos, entre as viaturas que passavam na estrada de calçada à portuguesa. Estrada de calçada à portuguesa. Está tudo dito. Claro que mesmo no meio da estrada, o salto prendeu-se numa pedra, eu dei um passo em frente já descalça, e depois tive que voltar para trás a fazer sinais à condutora (felizmente era uma mulher) preocupada que ela atropelasse, não a mim, mas o sapato. E toda a gente na rua a olhar para a estranha descalça que estava a interromper o trânsito. A senhora do carro quando percebeu que se tratava de um sapato, sorriu e fez-me sinal para levar o tempo que fosse preciso. O pior foi o carro que passava do outro lado com um homem ao volante e umas gargalhadas tão altas que eu o consegui ouvir mesmo com a janela quase fechada. Ser mulher é difícil. E às vezes dá azo a umas situações assim um bocadinho para o totós.

*as meninas, mas se aconteceu a algum homem, sintam-se livres para partilhar!

26 comentários:

Sapatos e Chocolate disse...

O raio do homem devia ser mesmo parvo!

Belota disse...

E nunca deve ter usado sapatos de salto senão percebia!!

Moi Même disse...

Por isso é que, quando eu for grande, vou viver numa cidade sem calçada .. (Ainda não sei bem é qual)

Duardinho disse...

SIM!! Já me aconteceu.... no carnaval de 2007!
Andei eu mascarado de Mulher com saia, saltos altos e afins... o maior problema foi mesmo arranjar no meu circulo de amigas sapatos onde coubesse o meu pézinho 42!

Enfim... parvoices da época carnavalesca! :-)

D. disse...

Já me aconteceu isso mas na linha do metro...não foi nada simpático, se tivermos em conta que o metro não trava com facilidade e até estava próximo...lol

Vera disse...

Estou a ter um dejá vu...

Kikas disse...

ponho o dedo no ar xD sou a menina dos ténis, por enquanto! ah, homens, homens.. vocês não sabem o que custa a vida :p

Babs disse...

*dedo no ar* ;p nao uso saltos desses.

Eu Mesma! disse...

bem...
obviamente que algo semelhante ja me aconteceu mas...

a situaçao pior com saltos presos foi mesmo numa linha de comboio com um inter cidades a chegar.... :(

GarFFinha disse...

Aconteceu-me entre um carril de eléctrico e o alcatrão... sorte não vinha nenhum... mas tb houve risota! E a je a ficar coradíssima.

Planeta M (Marlene) disse...

Nunca me aconteceu, raramente uso saltos altos...quando uso, é por escassas horas, nas saídas à noite, nos acontecimentos PseudoVIPs, e em terrenos à priori pouco acidentados...caminho sempre a 100 a hora, se andasse em cima de uns saltos muitas lesões sofreria.

Tb coloco o "dedo no ar" :)

Planeta M (Marlene) disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Corvo disse...

Se te serve de descanso,a mim aconteceu-me uma situação bastante embaraçosa.
num belo dia de chuva, a passar a passadeira a correr, escorreguei na parte branca e quando dou por mim estou estatelado no chão entre carros e pessoal a desmanchar a rir...
Alem do orgulho ferido ainda fiquei com o rabo ensopado...

C. disse...

Eu não coloco o dedo no ar porque quando me apetece vou de saltos para todo o lado e ficam presos na bela calçada portuguesa, ninguém merece!
Mas nunca tive que parar o trânsito:p

aprendereorganizar disse...

Acho que todas temos uma cena semelhante...Beijinhos

Anónimo disse...

E partir um salto numa discoteca e ficar o resto da noite a dançar ao pé coxinho?? Aí sim, metia o dedo no ar...

Anónimo disse...

E partir um salto numa discoteca e ficar o resto da noite a dançar ao pé coxinho?? Aí sim, metia o dedo no ar...

Anónimo disse...

E partir um salto numa discoteca e ficar o resto da noite a dançar ao pé coxinho?? Aí sim, metia o dedo no ar...

Crente disse...

Raios partam os saltos de sapatos estreitinhos... Quer dizer... não é partir mesmo, é só uma forma de expressão. Vocês mulheres de saltos altos percebem-me.

Ruiva disse...

Menina Belota, não se preocupe muito com tal situação embaraçosa porque acho que já aconteceu a todas as mulheres que usam saltos e vivem em Portugal, com a nossa bela calçada! Então quando os nossos amiguinhos resolver fazer jantares formais e lá temos nós todas empinocadas e depois se lembram de acabar a noite no bairro alto, onde, por mais sóbrias que estejamos parecemos umas alcoolicas porque o sitio onde o salto vai assentar quando pousamos o pé no chão é relativo aquele buraco onde o mesmo se vai prender.. resumindo! acabamos sempre descalças e de rabiosque para o ar a recuperar o sapatinho! Tambem gosto muito daqueles casamentos na relva, em que a cada passo que damos fazemos um buraquinho, a seguir é só por uma sementezinha e temos uma plantação!

Ruiva disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
DUC disse...

Primeiro homem não usa saltos altos. Segundo e para a menina Kika que diz que homem não sabe o que custa a vida, devias levar um pontapé bem no centro dos tomates que mudavas logo de opinião.

Stiletto disse...

Os meus saltos queixam-se disso muitas vezes, sim. Eu uso-os bem fininhos. São mais as vezes que fico descalça do que aquelas em que não perco um sapato ;-)

eu... disse...

Já fiquei sem sapato em frente ao S. Jorge; nas Picoas; na rua Garrett e sei lá onde mais... Agora, sempre que posso, ando naquela faixa entre a estrada e o passeio :)

Fatyly disse...

Já vi e ajudei em muitas cenas dessas, mas nunca me ocorreu porque nunca na vida usei sapatos de salto alto e confesso outra coisa: detesto sapatos e é um tormento ter que comprar:)

nyx disse...

"Estrada de calçada à portuguesa."

Parece que estás a apresentar um prato de bacalhau...
Será que também existe uma Estrada de calçada à Zé do Pipo? o_O

PS: Bom blog!