domingo, 18 de abril de 2010

As coisas são complicadas ou as pessoas é que as complicam?

Estávamos os dois sossegados, tudo a correr bem, bastou eu afastar-me um minuto para ir à casa-de-banho, que assim que voltei ele tinha pegado no Cubo Rubik que estava em cima da mesa e tinha desfeito todo o progresso que eu tinha conseguido nos últimos 3 dias. Num minuto apenas, conseguiu, todo querido e inocente, destruir o único quebra-cabeças que eu estava a conseguir resolver na minha vida. E nessa altura, juro que pensei “isto vai dar confusão”. Afasta-te Belota, foge. Run for your life. Mas não fugi. Porque acho que com tempo e vontade se consegue dar a volta às coisas. Que nem tudo é assim tão mau e que o copo às vezes até pode estar meio cheio. Que eu podia voltar a reconstruir o cubo da mesma forma que arranjaria maneira de ultrapassar os obstáculos que o novo menino trazia. Mas parece que numa relação a dois ser optimista sozinha não é o suficiente. E ele não o foi. Fuck men.

21 comentários:

Margarida disse...

as pessoas são complicadas.

Lize disse...

E as relações mais complicadas são.

A. disse...

E os homens quando ligam o complicometro... pior ainda! Fuck men, mesmo!

Eu Mesma! disse...

concordo com a lize...
o raio das relacoes sao complicadas e dificeis mesmo....

Planeta M (Marlene) disse...

Existem situações complicadas...E existem os Homens para as complicar ainda mais! eheheh

Mas, se assim não fosse isto não tinha piada...Não "dava pica".

Planeta M

Fatyly disse...

Cada caso é um caso, há coisas complicadas mas as pessoas ainda as complicam mais e "numa relação a dois ser optimista sozinha não é o suficiente", não é de facto mas é meio caminho andado para saber enfrentar as coisas com garra e se for preciso virar a mesa num ponto final e maisnada.

Lisboa disse...

E uma relação é sempre a dois, um percurso para ser percorrido com o mesmo objectivo.
Mas acima de tudo com optimismo e boa disposição.
Mas realmente há alturas que as coisas não funcionam, não faz mal que há mais gente pelo mundo fora e quiçá que encaixe melhor em nós :D

Abobrinha disse...

Eu acho que as coisas são simples. Eu ajo de maneira simples, mas... o outro lado tende a complicar. Mas não desanimo. Não que esta abordagem me tenha levado a lado nenhum, mas só consigo ser simples e optimista.

Buttafly...fly...fly... disse...

My dear Belota,

as coisas até podem não ser fáceis, mas as pessoas conseguem complicar. Infelizmente, nem sempre os compassos se alinham. It takes two to tango...
Ainda assim, há que continuar a praticar, um dia chegamos lá. U believe, girl.

;)

Salomé Gonçalves disse...

A culpa é mesmo do cubo. Só do cubo...

Pestinha disse...

Belota concordo com a Salomé, a culpa é única e simplesmente do cubo... Ele estava no sitio errado à hora errada!

Buttafly...fly...fly... disse...

Dear Belota,

acho que devias prestar muita atenção aos dois comentários acima e destruir o cubo imediatamente. É essa a razão do teu problema... Fuck Kubrick, oh yeah!

;)

PS . Mais animadinha? *

Paula Raposo disse...

Os cubos trazem muita confusão!!
Beijos.

almighty yellowphant disse...

Um pouco dos dois...
Beijos

Izzie disse...

não há razão para tanta complicação. há que haver sempre cedências de ambos os lados. depois ele ajuda a refazer o cubo =)

Ultima Thule disse...

a solução está em evitar gente quadrada...

eu... disse...

As coisas são simples. Quando se tem que lutar muito, quando bates em paredes a toda a hora é porque não tem que ser.
Estou cada vez mais convencida disso.

Anónimo disse...

a Belota é complicada, começas o cubo de novo, há quem o faça em menos de 1m. Quem sabe eu n faria o mesmo, é irresistível manusear um kubrik....agora, entrar em conflito por causa disso parece me desnecessário..quem sabe, ele é que tenha que "run for your life" hehe
;)

Doutorphil

Kikas disse...

as coisas já são complicadas por si só e as pessoas ainda as complicam mais, o que faz com que seja uma complicação total! há que dar um desconto ao que ele fez.. não estarás a complicar uma coisa demasiado simples?

Capitão Microondas disse...

Eu nunca soube fazer o cubo. Nunca tive um. O ideal, nestes casos, é um gajo não lixar o cubo dos outros.

Belota disse...

Kikas foi uma metáfora. Quero lá saber do cubo para alguma coisa. Isso faço sozinha que só depende de mim. O resto é que o envolvia a ele e ele desistiu. Estúpido.

Ultima Thule, estás lá, grande comentário lol

Capitão Microondas, há sempre alguém a a lixar alguém! :S