segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Deve ser o homem a pagar o jantar?

Antes de chegarmos ao final da refeição, acho que há outros factores mais importantes a ter em conta. O homem deve (muito importante!) ir buscar-nos a casa ou sugerir um local que nos seja próximo, abrir-nos as portas, deixar-nos passar primeiro, e numa situação muito ideal embora utópica, ajudar-nos a tirar o casaco e puxar a cadeira para nos sentarmos. Ficamos logo bem impressionadas. No final, devem pagar a conta? Devem. Se é o primeiro date, devem. E devem ainda fazê-lo de forma discreta. Para os homens que estão já a torcer o nariz, pensem no lado positivo. Não estamos no início do século passado e a maior parte das mulheres hoje em dia gosta de mostrar a sua independência. Quando ela agradecer e contestar que não era preciso, sugiram que seja ela a oferecer um copo a seguir ou o próximo jantar. Ficam logo com a porta aberta para mais uma saída a dois. O mesmo se passa numa primeira ida ao cinema. O homem deve pagar os bilhetes. Mas a mulher pode sugerir comprar as pipocas ou algo para beber. Mesmo que não tenham fome nem sede. É uma questão de cortesia e parece-me equilibrado. Se querem igualdade, podemos ter igualdade. Mas isso não implica perder o cavalheirismo. Faz parte das regras de etiqueta de uma relação. Caso contrário corremos o risco de acordarmos um dia e percebermos que tirámos a piada toda às coisas.

30 comentários:

Nuno, apenas Nuno. disse...

E a crise ?

Nuno, apenas Nuno. disse...

Eu faço muito do que tu dizes aí.. mas chegar ao ponto de ajudar a tirar o casaco e puxar a cadeira... epá coiso x) isso não x)

ME disse...

Até que enfim uma mulher que me compreende! Mas custa alguma coisa pagar o jantar, os bilhetes e tudo o resto!? Não! E lá no fundo, fica bem e elas gostam! Se bem que por vezes não admitam! Mas enfim, cá estamos para ir marcando a diferença!

anf disse...

tirar o casaco puxar a cadeira not não gosto nada, mas gostei das dicas ele paga o jantar e nós a bebida assim está bem

Lila* disse...

Por acaso o meu primeiro almoço com meu namorado foi dividido, mas tambem quase ainda nem namoravamos!Mas o jantar a serio, ele pagou!
e EU CONCORDo com o que dizes, mas não admitia que me pagasse sempre, ele não é meu pai para me manter, ainda por cimA começamos a namorar qd os 2 eramos estudantes!Mas tb adoro a cena de abrir a porta, ou puxar a cadeira, se bem que meu namorado n o faz muito, mas faz outras coisas + fixes, como ajudar-me no jantar ou a arrumar a cozinha:)

Kahkba disse...

Concordo tanto contigo ! Só não acredito qe ainda sejam visíveis cenas como a do tirar o casaco, com gente abaixo dos 50 ;p

Capitão Microondas disse...

Bom, ao menos o teu argumento faz algum sentido, embora seja subjectivo. Uma vez recordo ler num blogue feminino uma teoria deliciosa que argumentava que o homem devia pagar o jantar porque, e passo a citar, "nós compramos vestidos, lingerie, make-up". Esta teoria esquece, de forma oportuna, é que o jantar que vos oferecemos a vocês já não oferecemos a outra, enquanto tudo o que surge referido na dita serve obviamente para utilização múltipla, já para não falar de que, usando o título do blogue, só um tótó acredita que as mulheres compram vestidos, lingerie ou se arranjam tendo os homens na cabeça.

Concordando com a teoria até porque a pratico, penso que se aplica a um primeiro date. Final. A partir daí deve imperar a regra do "convida, oferece, de forma equilibrada entre os dois. Rachar a conta é também muito ridículo, não faz sentido.

Quanto ao resto, avancem as regras do cavalheirismo. A regra do homem pagar sempre, convide ou seja convidado é outra coisa, é "ursismo".

Nuno, apenas Nuno. disse...

As mulheres falam muito, mas isso não faz diferença nenhuma! Se fizesse eu não estava aqui solteirinho da vida!

S* disse...

Totalmente... dá uma má impressão desgraçada não pagar. Não tem de bancar a namorada, mas cavalheirismo no primeiro encontro nunca fez mal a ninguém.

Periquito disse...

Mas se até devem pagar, porque é que discuto sempre com a minha namorada por causa disso?

Proud Mary disse...

Concordo plenamente. até porque muitas vezes, a mulher faz questão de dividir a conta. No final..fica sempre bem ver que o homem chegou-se à frente.

Cláudiaa disse...

Pensei que os homens fossem dar aquela desculpa de que se nós queremos direitos de igualdade cada um deve pagar o que consume...
Muito bom post.

Não sei se se adequa ao caso de serem os dois estudantes e dependerem financeiramente dos pais, mas se for esse o caso um jantar caseiro (com ele a cozinhar, claro)sem dúvida que ja era muito bom :)

Cláudiaa disse...

Somos muito independentes e futuristas mas quando se põe em questão o cavalheirismo pelo menos falo por mim , assusta-me um pouco pensar onde é que vamos parar..

Mas este post foi muito esclarecedor, fica sempre bem para ambas as partes as coisas ficarem equilibradas.

gatunix disse...

nah,
nada disse.
muito daquilo q tu dizes pra fazermos se o fizermos as mulheres estranham, tipo isso traz agua no bico ou quando a esmola é muita o pobre desconfia. sim quando ajudamos a tirar casacos, elas ficam logo com pe atraz.

quanto a pagar a conta isso é bastante relativo, depende da situaçao, eu nao tenho prob com isso desde q tenha dinheiro, eu ate prefiro jantares em casa e depois ir curtir a noite...

e no cinema normalmente é assim...

Tânia Silvestre disse...

Exactamente! Igualdade não significa a perca de valores. Infelizmente já não há muitos cavalheiros, e pior ainda, ainda há muitas mulheres à espera que eles paguem tudo. Mas isto é uma questão cultural... na Rússia, por exemplo, é extremamente mal visto uma mulher pagar o que quer que seja a um homem. Quando muito, paga a sua parte...

Abobrinha disse...

Convidando ou não prefiro partilhar a conta: não gosto de fazer de pendura. Uma vez por outra ainda é naquela, mas... não, prefiro partilhar as contas. Não acho que o cavalheirismo seja pagar as contas.

Agora pagar o jantar E pagar o cinema? Caramba, leva-se o tipo à falência num instante!

gatunix disse...

oh tania, em contradiçao em ITALIA as carteiras sao as gajas, elasq pagam a maior prte das cenas...

Eu Mesma! disse...

Por acaso concordo Belota..

acho que existem cavalheirismos que ficam bem aos homens ainda mais em primeiras saidas..

se ficamos impressionadas por eles terem dinheiro para nos pagar o jantar? Nao... ficamos sim impressionadas porque eles nos querem impressionar com um jantar :)

Cookie disse...

Bom eu concordo em parte. Pagar a conta num primeiro encontro é uma questão de cortesia, agora o abrir a porta, deixar passar primeiro, puxar a cadeira, tirar o casaco... Isso já não, ou só se for feito de forma mesmo muito natural e discreta... Acho que são pormenores sem importância. Sou muito bem capaz de fazer isso tudo sozinha. Não gosto...

Sentimento de Mim disse...

Pagar a conta pode justamente abrir porta a um segundo jantar. Os pequenos pormenores de cavalheirismo tão raros hoje em dia fazem a diferença.

Anónimo disse...

quer dizer, deixem ver se entendi. Nas primeiras saidas o homem finge ser cavalheiro, paga as contas e tal, ate conseguir levar a mulher para a cama. depois de conseguir, nas outras já n é tao necessario.
depois de as conseguir "engatar" o homem ja pode mostrar quem realmente é...
é isso?
afinal está o homem a pagar o jantar ou o sexo?

Pipoca dos Saltos Altos disse...

Concordo que deve pagar o primeiro jantar, se tiver sido ele a convidar. A partir daí deve ser aleatório, não acho que devam pagar sempre. Sempre que alguém me paga o jantar eu faço questão de patrocinar o resto da noite, pagando os copos e afins.

Miúda-Mulher disse...

Acho que o primeiro convite devia ser para um brunch na Garrett :-) Sejam originais meninos!

Rachel disse...

Estou perfeitamente de acordo!! pelo menos nos primeiros dates... Um homem que não quer pagar logo a primeira é mau sinal!!

Sofia disse...

Pois, não concordo. A vida custa a todos! E ambos somos capazes de facilitar a vida ao outro (questão de abrir porta e afins). Não sei se é tirar a piada à coisa. Como tudo depende de pessoa para pessoa!

C.Silva disse...

Na minha opinião depende da relação que se tem com essa pessoa.

Mas era incapaz de aceitar que um homem me pagasse o jantar numa primeira saída. Não faz o meu género e acho que passaria a imagem de aproveitadora." Não sou de ir à casa de banho quando o homem pede a conta". Sou mais do tipo "pedir a conta".

Mas como disse depende da relação que se tem com a outra pessoa.
Se for namorado, é normal que goste de levar-nos a jantar e ser ele mesmo a pagá-lo. No entanto, também gosto de convidá-lo e ser eu a fazê-lo.. É tudo uma questão de equilibrio. Acho que os homens também precisam de ser mimados e sentir que são especiais.

No entanto, só tenho 23 anos anos e sou estudante, pelo que jantares em restaurantes não é a minha onda :P um jantar na cantina da universidade também pode ser um convite irrecusável :P lol

Mas o mais usual é convidá-lo a ir lá casa e "deslumbrá-lo" com os meus cozinhados =) A verdade é que noto que muitas das minhas amigas e colegas não o sabem fazer, e orgulho-me desde os 15 anos ter aprendido com a minha mãe.

Acho que é mais pessoal e atencioso para com a outra pessoa e no final do jantar ele pode sempre convidar-nos para ir comer um gelado, ir ao cinema e retribuir o miminho =)

Mas é claro que não vamos convidar um homem para ir lá a casa logo no primeiro encontro, pelo que sim, o primeiro jantar deve ser sempre dividido. Mas não dispenso cavalheirsmos, mas puxar a cadeira já é demais :P se ele me abrir a porta do restaurante já é o suficiente. O mais importante é que seja um jantar divertido e interessante.

Kikas disse...

eu concordo :)

Pulga Catita disse...

Há homens em que isso é natural deles mesmo... abrir a porta, tirar o casaco...já me aconteceu e era tão natural, fazia tanto parte da personalidade dele que não se tornava estranho. Agora há homens que se fizerem isso soa a forçado e que tiveram de se lembrar ou estudar que teriam de fazer isso na hora certa... disso não gosto. Em relação a pagar o jantar, o 1º jantar se fôr ele a convidar cai bem ser ele a pagar a conta :D

Anónimo disse...

epá, nestes termos, também quero que me paguem o jantar no 1º "date" :D

acho que estas ideias são retrogradas e subvalorizam o homem.

e em tom mais jocoso, se o objectivo será mesmo arrastar a senhora para a cama, é bom fazer as contas:

Deslocação media: 30km (ida e volta)=15€ de gasolina.
Refeição média: 25€ pax =50€ o jantar
Copo pós jantar: 15€ pax =30€

pelas contas, já vou em 95€!!!

creio que sai mais em conta contratar uma profissional que se desloca ao domicilio por meros 50€, satisfação garantida.

querem ser mimadas? então, mimem!

Doutorphil

André disse...

Tanto pago um jantar a um amigo com a uma mulher com quem saia, seja o primeiro ou segundo ou 23451332 vez que vou a algum lado com a pessoa...

mas a pergunta que não deve ser pergunta é - Sempre que um homem vos quer pagar o jantar... ofereçam resistência!
ara mostrarem que não saem para chular, que não vendem afectos e companhia por cinemas e jantares, que quando se interessam é por nós e não pelo que vos podemos dar.

Repito, a postura na hora de pagar faz toda a diferença.