quinta-feira, 2 de abril de 2009

Caro país, uma mulher até se esforça, mas assim não dá!

Ontem vi esta carteira. Adorei. Não nesta cor, obviamente, que faz muita diferença, mas num beige lindo. É uma Muu. Uma marca portuguesa de carteiras de luxo.

A "adoração" fica-se pelos 240 euros. Não adorei assim tanto. O preço está ao nível de uma Pedro del Hierro e, por mais um pouquinho, quase de uma Louis Vuitton. Uma pessoa até se esforça para tentar comprar nacional, mas assim não é fácil. Está tudo maluco?

19 comentários:

Sanxeri disse...

No me gusta. Ainda bem. Nao tenho os 240 euros para dar por ela. :P

Belota disse...

É que nesta cor também fica horrível... Nem parece a mesma carteira! Anyway, 240 euros?? lol

Larose disse...

...mas é linda porra!

Eu mesma! disse...

Considerando que eu esta semana vi uma mala linda na Pedra Dura.... linda linda linda... que custava a módica quantia de 320 euros....

sendo que a justificação foi de ser toda de pele....

já acredito em tudo!

Catwoman disse...

Não percebo...

Já deu para perceber que gostas de marcas e artigos de luxo...

É nacional e custa 240€, quase o mesmo que uma estrangeira e achas demasiado cara.
As estrangeiras já não achas caras?

Fada disse...

Not my style, babe... :)

Kiss kiss :)

Pistaxa disse...

Também não a acho nadinha de jeito, acho k na Parfois encontrava umas mais em conta e bem mais bonitas^^

Belota disse...

Eu Mesma: esta é da Pedra Dura! São as mesmas!

Catwoman, eu explico o meu ponto de vista :) sou muito pensativa nas minhas compras e escolhas. Por exemplo, prefiro ter uma carteira boa (cara) e clássica, que me dure imensos anos (sempre impecável) do que gastar a mesma quantia em 6 carteiras diferentes, ou numa carteira da Zara que se rompe o forro ao fim de 3 meses (mas tb as tenho!). Faço sempre as minhas compras a pensar a longo prazo. Não sei porquê, mas sempre fui assim. Prefiro ter menos mas melhor. Mas também tenho um pouco de tudo, como é óbvio!!! E não compro só por ser de marca (isso é estúpido), embora existam marcas que aguentam imenso tempo como se as peças fossem sempre novas. Claro que dou valor a isso!

É o mesmo com as férias. Prefiro ir em grande, mesmo que isso signifique que vou menos vezes, ou que não tome o pequeno-almoço fora todos os dias (porque depois umas coisas compensam para as outras, não é?) Mas quando vou é inesquecível! E claro que também já tive experiências de ir viajar sem um tostão, e não me diverti menos!

Em relação ao ser cara e ser portuguesa, estás inteiramente correcta, as estrangeiras também o são!! E o meu ponto de vista neste post era precisamente esse, eu prefiro comprar nacional, mas a este preço é difícil. Nem as nacionais nem as estrangeiras!! ;)

Sanxeri disse...

Eu prefiro ter várias, de qualidade jeitosa. Obvio que nao duram anos... mas eu tambem nao quero que durem anos porque ao fim de um ou dois meses eu renovo a quantidade de bolsas que tenho. :P

Parfois, Zara, Mango e Benetton. É lá que compro. Nao duram eternidades... e eu nao quero que durem eternidades. Canso-me delas em poucos meses. E alem disso, eu combino a bolsa com a roupa que uso.

Dar mais de 50 euros por uma bolsa, para mim, é muito. Porque eu nao uso a mesmo bolsa mais que duas vezes por semana... vou trocando.

nOgS disse...

Belota, imaginando esta carteira em beje, aurch! Deve ser tão sem sal:S

Nesta cor até se safa, se bem que gosto de carteiras com formas masi invulgares.

KisS

Belota disse...

nOgs, hum... por acaso não gostei mesmo do amarelo, mas ainda bem, se andássemos todas com as mesmas coisas é que era aborrecido! :D

Sanxeri, sabes qual é o meu problema? Não tenho paciência para estar sempre a trocar as coisas de uma mala para a outra. lol Sou capaz de passar duas semanas com a mesma carteira... Por isso pode ser uma assim mais boazinha que é para não me fartar! :D

Anónimo disse...

a mala é girissíma mas o preço é absurdo.Seria incapaz de dar 240 euros por uma mala.

kiss

inês

Tixa disse...

Eu só tenho malas da cavalinho de diversos tons e feitios, e duram me uma vida, tenho uma Louis Vuitton que comprei em Londres quando trabalhei la, eu gosto de malas classicas e boas, (logo, caras)para que me durem bastante, dão com todas as peças de roupa e troco 1/2 X por semana, so quando vou sair e levo uma daquelas pequeninas da parfois.
Bom fim de semana, beijos

Maria disse...

As malas da muu são boas e giras. Na fotografia essa parece horrível mas já a tive na mão, em preto e castanho, e é giríssima!
Tenho 3 malas muu e adoro-as. São todas de pele de vaca, podes escolher a cor do forro, têm pormenores deliciosos e são nacionais. Nasceram de uma "brincadeira" de amigas e neste momento já têm uma fábrica em Sintra.
Prefiro mil vezes 1 muu a 6 Parfois de plástico e aspecto duvidoso. E prefiro mil vezes 1 muu a 1 Carolina Herrera ou a uma LV (Tenho 2 verdadeiras) desde que as vi em feiras e penduradas nos ombros de milhões de pessoas.
Gostos... e o resultado final anda à vista.

Belota disse...

Olá Maria, também conheço a história das Muu, mas confesso que ainda não estou por dentro dos atributos da marca e não me posso pronunciar sobre pormenores e qualidade. São giras. Se valem o dinheiro ou não, não sei porque não tenho nenhuma. Em relação às LV tens toda a razão, mas o truque é escolher um modelo que não exista na feira nem que seja demasiado vistoso. Pedro del Hierro. Aguentam e aguentam e aguentam, sempre com o mesmo ar de terem acabado de sair da loja! :)

Anónimo disse...

Isto é como as tatuagens ora se as mulheres mudam de roupa todas as estações, mudam de carros, mudam de sapatos, mudam de namorados amigos, esposos e amantes porque raio fazem tatuagens para toda a vida?, ou porque raio compram carteiras caras para durar toda a vida? então não há a rotina de usar sempre a mesma carteira? Don Carlonne

Belota disse...

Don Carlonne, depende das mulheres. Mas sim, a maior parte prefere mudar as coisas com frequência, dár mais variedade à vida. Depois há as outras, que gostam de controlo e de rotinas. Ou então existo eu. Se pudesse mudar de carteira todos os dias (para uma boa, claro) mudaria, mas mesmo assim só teria aquelas que estariam sempre bem. Em qualquer época, em qualquer ocasião. Mas eu também não troco de amigos, esposos, amantes, nem tenho nenhuma tatuagem. Já tive um piercing. Mas também já não tenho. lol

Anónimo disse...

Lendo os vossos argumentos e opinando sobre uma matéria da qual já fui mais conhecedor (malas de mulher), e uma vez que me movimento no circuito do luxo, vou ser sincero; uma mulher que opte por usar uma mala de pior qualidade tem dois problemas: quem percebe do assunto, topa-a à distância, e raramente conseguem acertar com a tendência que lhes fica bem. O terceiro que não menciono porque acho que fica ao critério de cada um é, Lower Expectations.
Depois existe uma regra sacrossanta no que às vossas malas dizem respeito: se tiverem de optar entre algo que seja caro e de marca na vossa indumentária, que não passe pela cabecinha de nenhuma de vocês que esse item não seja a mala.
Uma mala, umas botas, um sobretudo de inverno, um par de stilletos de boa engenharia, um perfume, e uns brincos de qualidade, de preferência diamantes, pequenos, são peças que todas as mulheres devem de ter no seu armário, todas de boa qualidade, perdão, de excelente qualidade e já agora de marca, especialmente a mala.

A quantidade não significa qualidade, e eu prefiro uma mulher que esforçadamente vista quase todos os dias o mesmo fatinho Helmut Lang, do que aquelas coisas desestruturadas que compram por aí no prêt a porter.

Sou um picuinhas

Abóbora

Calimero disse...

Eu sou daquelas que trocam de namorado, de marido, de tudo e mais alguma coisa....odeio coisas repetitivas....gosto de variedade, de ter coisas novas...a qualidade não é para mim um factor de decisão...tenho de gostar, de me sentir bem, de me sentir renovada e reciclada...e se os entendidos torcem o nariz porque a malinha é da Parfois, temos pena...a mala uso-a para mim e não para os entendidos... e andar com o mesmo fato todos os dias não me parece muito higiénico....pode ser Helmut Lang, mas ao fim de umas semanas a ser usado todos od dias, deve cheirar tão bem como um da Zara....
Beijos e abraços