segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

Lição nº 12

Por que é que as mulheres demoram tanto tempo na casa-de-banho

Estou tão aflitinha para ir fazer chichi. Estou aqui há 20 minutos a ver se aguento mas tenho mesmo que ir. Respirar fundo. É agora. Claro, claro que nos dez passos que tenho que dar até à casa-de-banho tinha que encontrar alguém conhecido ou esbarrar com o empregado que ia entornando a travessa em cima de mim. Estava-se mesmo a ver. Mais um bocadinho e faço já aqui. Como é que é? Daqui a um bocado rebento! Ah, ok, finalmente, a porta da casa-de-banho. Olho para baixo enquanto empurro a porta, que isto normalmente implica restos de papel higiénico e água vinda não sei de onde (ou escolho não saber de onde) espalhada por todo o lado. Levanto os olhos do chão. Cinco pessoas à minha frente. Era só o que faltava. Peço desculpa e digo que estou mesmo aflitinha, pode ser que alguém me deixe passar. Olham para mim de cima a baixo e sem palavra voltam as cabeças de novo para as portas a ver se sai alguém. Pronto, fico aqui na fila com as pernas cruzadas a rezar para que alguém se despache. Sai uma rapariga. Menos uma. Já é qualquer coisa. Tem uma saia ridícula, mas ela não sabe que não tem corpo para usar aquilo? Há gente que não deve ter espelhos em casa. Anda lá mas é com isso, quanto tempo precisas debaixo de água para lavares as mãos? Já não posso ouvir mais a água a correr. Daqui a um bocadinho faço chichi pelas pernas abaixo. Pelo menos já tenho gente atrás de mim e não sou a última da fila. As duas miúdas à minha frente falam sobre há quanto tempo estão à espera e há quanto tempo estavam aflitinhas antes de se decidirem a ir à casa-de-banho. Isso, falem mais sobre o assunto que é para ver se eu não me esqueço que a minha bexiga vai explodir. E a outra estúpida da saia ridícula? VAIS DESLIGAR A M&#$% DA TORNEIRA OU NÃO? Já me estou a passar. Mas nunca mais é a minha vez? E aquela porta de onde ainda não saíu ninguém? Morreram lá dentro?! Ah, está estragada. Previsível. E a outra ao lado? Pois, está suja. Estou tramada com isto. Nunca mais bebo nada fora de casa. Juro! Ok, finalmente é a minha vez. Entro no compartimento. O fecho da porta está estragado. Se não estivesse é que era estranho. Paciência, tento pôr um pé na porta ou qualquer coisa para impedir que a abram por engano. Despir o casaco e pendurar a mala. Então mas ninguém se lembrou de pôr um cabide na parede?! Tento deixar o casaco posto e a mala bem enfiada no ombro mas assim que me inclino a mala cai e o casaco está aqui e está com a ponta dentro da sanita. Não tenho hipótese. Mala no chão (grave que as malas nunca se põem no chão) e o casaco equilibrado em cima da mala de forma a não tocar em mais nada. Vou buscar papel para forrar o tampo da sanita e claro que o suporte do papel higiénico está vazio. Tiro o casaco e abro a mala para tirar um resto quase desfeito de um guardanapo que estava a embrulhar qualquer coisa para aí há uma semana. Volto a equilibrar o casaco em cima da mala. Levanto o vestido (ainda bem que não vim de calças senão já estavam as baínhas a roçar neste chão nojento) e baixo os collants, mas o vestido cai logo outra vez. Volto a levantá-lo e prendo-o ao peito com o queixo, de cabeça inclinada para baixo. Faço um esforço para me equilibrar numa posição absurda, meio sentada meio em pé, mas sempre sem tocar no assento. Tentam entrar na casa-de-banho. Grito que está ocupada enquanto dou um murro na porta para que se volte a fechar. Pronto, lá caíu o vestido outra vez. E a porta torna a abrir-se. Mas quantas vezes tenho que gritar que a casa-de-banho está ocupada?! As minhas pernas estão a começar a fraquejar e a tremer do esforço a que esta posição estúpida obriga. Pelo menos servirá de exercício. Vai daí e ainda como mais um bolinho assim que sair daqui. Não bebo é nada, que cá para dentro não volto! Apaga-se a luz automática. Perfeito. Agora estou a fazer chichi de pé, com o vestido preso no queixo, preocupada que voltem a tentar entrar, e enquanto ao mesmo tempo invento uma espécie de dança para activar de novo o sensor automático de movimento que acende a luz. Ainda bem que durante tudo isto não perdi o restinho do guardanapo. Uso-o, deixo cair o vestido e puxo os collants e o resto da roupa. Pego no casaco e na carteira, e saio para encontrar mais não sei quantas raparigas desesperadas para entrarem. Tento colocar a mala e o casaco em cima do tampo do lavatório mas aquilo está encharcado. Prendo-os entre as pernas fazendo força com os joelhos. Que raio, devia era ter ido para equilibrista! Pressiono o interruptor da torneira com o pulso (não vou lá meter os dedos, sei lá quem é que andou por ali!). Molho as mãos, vou aos saltinhos até à outra ponta buscar sabonete líquido (tem que ser aos saltinhos porque se afasto as pernas a mala e o casaco caem) não há sabonete e volto para a torneira. Esfrego bem as mãos, a torneira desliga-se e tento puxar uma folha de papel para as exugar. Não há papel. Surpresa, hum? Dou umas palmadinhas com as mãos no vestido para ver se secam um pouco, mas com jeito senão fico com o vestido cheio de manchas ensopadas. Abro a porta da saída com o cotovelo (não toco em mais nada aqui dentro) e rezo para não ter ficado com a parte de trás do vestido presa nos collants ou algo parecido. Chego à mesa e ele pergunta por que é que demorei tanto tempo e tenho o vestido molhado. É mais forte que eu. Vou desatar aos gritos.

(para saber por que é que as mulheres vão juntas à casa-de-banho, ver aqui)

36 comentários:

Sanxeri disse...

Revi-me nesta descriçao. Há momentos em que parece que o mundo conspira contra nós. Damn it!

miúda gira disse...

Ainda me estou a rir. Pelo menos já vi que não sou a única a fazer essas figuras numa casa de banho pública por aí!Está muito bem descrito Belota! beijinho

carlita disse...

olha eu no w.c.
pq será, que a porta está sempre avariada e nunca há papel?

kuka disse...

olá,adorei este post,por momentos revi-me nele.ahahahaahaha ainda me estou a rir.

esse disse...

E também fica explicado por que preferimos ir em grupo...

Fada disse...

lol

Não me revi, mas achei piada...

Li agora o da companhia para o WC e confesso que há uns anos, até a mim me chateava essa cena de irmos ao WC em "manada"... Lembrava-me sempre o "comportamento gregário" das ovelhas: onde uma vai, vão todas, por questões de segurança.

Mas realmente, além da parte da conversa (sobre gajos, normalmente...lol), há o aspecto prático da coisa: a amiga segura a mala, guarda a porta, eventualmente tem sempre lencinhos ou até assalta a WC suja (que normalmente tem papel)...

Beijitos e boa Segunda! :)

De Marco disse...

Olá belota...

É a segunda vez que comento. A primeira foi para te dizer que tens ar de mulher que quando chegar aos quarenta fica muito bem acompanhada por dois homens de 20 (No meio de tantos comentários é possível que nao te lembres, mas fica aqui a tentativa).

E agora comento para partilhar a ideia do Jô Soares segundo a qual o tempo é relativo: um minuto pode ser muito tempo, ou quase tempo nenhum, tudo depende de que lado da porta da casa-de-banho nós estamos.

Mando-te um beijinho e convido-te a dar uma vista de olhos em http://amoroculto.blogs.sapo.pt/ e se não for pedir muito partilha a tua opinião num comentário caloroso, ou então não.

Devo desejar bom Carnaval? nunca sei bem...

Beijinho

Anónimo disse...

Agora que descobri este blog, acho que vou continuar a segui-lo com bastante regularidade.

Além de já me ter ajudado um pouquinho, contribui sempre para levantar o meu astral. Por vezes perdemos tempo demais a ler e-mail's sem interesse, se consultarmos este espaço ficamos alegres e bem dispostos para o resto do dia.

LJC

Belota disse...

De Marco, então não me lembro? Alguém que me diz que vou chegar aos 40 com dois gajos de 20 e eu esquecia-me não? hahahah Vou dar um saltinho ao teu canto.

Lord Jesus Christ, sempre bem vindo! :D

Belota disse...

Ah, eu estava a publicar este post e estava a pensar "a Fada vai já dizer que isto não lhe acontece a ela" Esta miúda é um espectáculo! lol

zézito disse...

Mto bom :)

PPaula disse...

Eporque raio é que nunca há um mísero ganchinho onde pendurar a mala? De certeza que foram homens a desenhar as casas de banho publicas... E como os fechos estão sempre estragados, nem sequer nos resta a opção de tentar equlibrar a alsa da mala no trinco.... grgrgrgr

Femme Fatale disse...

ehehehehe casas de banho e mulheres e casas de banho lol
=)

Eu mesma! disse...

bem...
o que eu me ri...

e tb não entendo como é que as gajas demoram tanto tempo lá dentro.... e que baixar as calcitas é rápido....

eu confesso que em certas situações desesperantes entrei pela casa de banho dos homens e disse.... ninguém diga nada... e pronto!

é que uma fila de 15 mulheres.... não.... não há paciencia!

Mulheka disse...

Epá, fiquei cansada a ler isto mas é mesmo verdade. É sempre uma aventura ir a uma casa de banho publica :S

Maluquinha apaixonada :) disse...

Isso nas visitas de estudo acontece milhares de vezes! Após horas sentadas num autocarro acontece sempre isso quando paramos numa casa de banho!


P.S. Eu vou acompanhada à casa de banho da escola para comer bolachas! LOL

beijinho!

Cat disse...

Que coincidencia! Acontece-me o mesmo! :D

Fartei-me de rir a imaginar as minhas figurinhas nas casas-de-banho públicas!

beijinho*

Fada disse...

lol

Belota, já me começas a conhecer bem... :D

Beijitos e BOM DIA!!! :D

Belota disse...

"Eu vou acompanhada à casa-de-banho da escola para comer bolachas" hahahahahahahahahahahahahahahahahahahhahahahaahha

Mr. Z disse...

Dsclp mas fartei-m d rir :P lol

Beijos

Fada disse...

"Eu vou acompanhada à casa-de-banho da escola para comer bolachas"

Isso não é assim um bocadito a dar para o pouco higiénico!?!??

:p

Ana disse...

Não é por nada, mas este texto mais parece a cena de um guião de um filme... lol

Larose disse...

....um filme de terror!

E quando a gente pergunta:
-Onde é a casa de banho? ... e de repente antes que nos respondam descobrimos pelo cheiro!

Aaaaiiiiiiiiiiiiiiiiiii !!!!!!!!!

Anónimo disse...

Só não percebi uma coisa, se ele estava sentado na mesa, porque não deixar lá o casaco e a mala logo? É o que eu faço....

Belota disse...

Ah, mas às vezes é logo quando se entra ou então quando se sai, e o casaco ainda está vestido. A mala é óbvio que tem que vir connosco, onde é que ia procurar um resto de papel? (ou um tampão, maquilhagem, e afins) E o casa às vezes também dá jeito para isto, nunca se sabe o que se encontra nos bolsos...

Anónimo disse...

LOL tens razão!!! ;)

VCosta disse...

Escanei-me a rir...
Prometo que daqui em diante não crítico as mulheres que demoram muito tempo na casa de banho, embora já não o fizesse com regularidade!!!

Belota disse...

É, a nossa vida é complicadita...

Juiggy disse...

E agora tenho a certeza absoluta que entre orgásmos multiplos e "mijar" de pé, nós ficamos a ganhar!!!

Nunca pensei que uma ida á casa de banho pudesse ser uma aventura para o sexo feminino :o

Anónimo disse...

Pior que tudo isto só mesmo ter 15 minutos para o fazer e levar 2 livros da faculdade na mão!! (sim dakeles grades e grossos ;) ) xD

Poupinhas disse...

Belota, sem dúvida muito humor sim senhora... gosto deste teu optimismo de encarar os "desastres" eu sou mais em bater com a cabeça em paredes, esquinas, muros e outras coisas assim.. e escadas?? ui, Deus meu quantas já não contei..
Mas estás lá :)

Tita disse...

s mulheres demoram tanto tempo ... pelo tamanho do post?? hehe

bjnh

Maluquinha apaixonada :) disse...

As casas de banho da escola são assim para o sujo, e quando os intervalos são uma seca vamos para lá fazer asneiras. E se não fazemos os tpcs em casa, fazemos na casa de banho! Ninguém se importa e elas (as casas de banho) agradecem porque nós lhes damos uso!


(o melhor fazer estas coisas é que as portas estão sempre escritas e há sempre coisas novas para descobrir! Como por exemplo: "A qualquer coisa do 8ºG é uma P**", ou "Amo'te muito não sei quantas". Sempre dá para nos entretermos enquanto comemos!!)

;D

Beijinhoo

Blossom disse...

A essa dança do acende-te luz chamo o "Xixi à Cowboy". Parece que estamos num Rodeo a laçar um boi :)

Mariana disse...

A melhor descrição de sempre da ida ao wc num local público... :D

Papel de Rascunho disse...

O pior é quando passamos horas numa fila e chega a nossa vez e não conseguimos fazer por qualquer motivo estúpido! :p