sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

Básico vs. Simples

Como prometido, aqui fica a minha reflexão sobre a diferença entre ser-se básico e ser-se simples. A minha opinião, porque aparentemente esta minha ideia não vai de encontro à daqueles que comentaram o post passado!
Aquilo que eu penso é que é tudo uma questão de conotação, ou melhor ainda, da entoação que damos às palavras. Quando dizemos que uma coisa é “básica” fazemo-lo com um certo ar de desdém, por outro lado quando dizemos que é “simples” fazemo-lo precisamente, com simplicidade. Quando as mulheres dizem que “os homens são tão básicos” dizem-no com um ar de desdém pois é, mas notem que nem dão tanto ênfase ao “básico” mas antes ao “tão”. “Os homens são tãooo básicos!” Volto a repetir, isto é tudo dor de cotovelo que nós também gostávamos de ser um bocadinho mais básicas mas não conseguimos. Um homem básico é essencialmente fundamental. Tem fundamentos sólidos e conhece as suas prioridades (sejam elas sexo, cerveja, futebol, whatever). Não tem a necessidade incontrolável que nós temos de analisar cada coisa e transformar tudo num filme gigantesco. E isso é bom! Tem bases. O resto trabalha-se a partir daí. Se for apenas simples, é banal, e isso não tem piada nenhuma. Ontem fui a um café que só serve Hot Dogs e aproveitei para fazer a seguinte experiência. Cheguei lá e pedi um cachorro básico. O empregado nem hesitou, deduziu que eu queria um cachorro normal e trouxe-me um pão com salsicha, molhos, salada e batatas fritas. A seguir pedi outro, mas dessa vez disse que queria um cachorro simples e ele trouxe-me apenas o pão com a salsicha. Vêem a diferença? Tirando usufruto da comparação, aproveito para dizer que nós gostamos dos homens como gostamos dos nossos cachorros: bem quentes, com alguns extras, e de chorar por mais. Básico é bom. Vulgarmente simples, nem por isso.

9 comentários:

anónimo não alcoólico disse...

Básico
adj.,
que serve de base;
fig.,
fundamental; essencial.

Isto é o que vem no dicionário.
Para simples existem muitos mais sinónimos o que não resulta daí obrigatoriamente uma vantagem.
Mas não é de dicionários nem de cachorros que falamos, falamos de pessoas, homens (no caso do post) ou mulheres.
Repito, não lido bem com gente básica, falta-lhes o essencial (lol) terem essência!

Belota disse...

De acordo com o dicionário que foste consultar para o caso, básico significa essencial. Como podes então comentar que a gente básica lhe falta o essencial? Estamos confusos? :) De qualquer modo, é bom e nós saímos a ganhar. Ainda bem que não gostas de gente básica, é que nós não conseguimos ser assim! :D

anónimo não alcoólico disse...

Menina Belota,
Entre o que diz o dicionário e o que na prática queremos dizer quando "classificamos" alguém de básico vai uma distância digamos... essencial! lol

Belota disse...

Hum, estou a ver que este anónimo não alcoólico é basicamente teimoso com os seus pontos de vista mas essencialmente divertido com os mesmos. Pronto, leva lá a bicicleta! :)

anónimo não alcoólico disse...

Obrigado! Estava a ver que ia a pé...

Francisco del Mundo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Francisco del Mundo disse...

Bela Belota, peço desculpa, mas estou com o anónimo e não é com cachorros que me convences!!! Uma pessoa básica é alguém que "só" tem bases.. Que não tem mais nada!!! Uma pessoa simples é alguém que mesmo tendo muito mais substância, prefere ser simples, sem artefactos! "Tudo o que é verdadeiramente sábio é simples e claro", já dizia Max Gorki...:D
Beijo

Pistaxa disse...

eu neste post optei por fazer uma carrada de pipocas e apenas ler os comentários =D

Belota disse...

Esta Pistaxa é mesmo esperta! É que estes gajos são uns teimosos do pior!!