sexta-feira, 18 de junho de 2010

Hoje é um dia triste

Tenho doze livros autografados pela sua mão, memórias de uma conversa onde partilhámos confidências sobre o Cão das Lágrimas, uma admiração enorme, e apesar de me restarem ainda alguns livros por ler, aflige-me a ideia de que quando terminar esses, não existirão mais.

9 comentários:

Wilde disse...

Ele em miudo que foi serralheiro pa ter dinheiro pa subsistir , e nunca esteve numa faculdade, so teve um curso tecnico, e apesar disso teve a carreira que teve, e teve o nobel

há algo a retirar disto mesmo.

Apesar de não concordar com certas coisas na tua obra, de facto, Saramago foste importante.




Química
"Sublimemos, amor.
Assim as flores No jardim não morreram se o perfume
No cristal da essência se defende.
Passemos nós as provas, os ardores:
Não caldeiam instintos sem o lume
Nem o secreto aroma que rescende."

CurlyGirl disse...

Já somos duas, Belota.

Fan Futurama disse...

Nunca li nenhum livro do Saramago, mas estive várias vezes para o fazer. Apesar disso, conheço muitos deles, e reconheço que são grandes obras. (Mesmo nunca tendo lido, hã!)

Lembro-me de mencionares a entrevista (?) com ele, e gostava de o ter conhecido.

Há 1 ano foi o Michael Jackson. Agora foi o JS. Esperemos que daqui a 12 meses o Manoel de Oliveira ainda cá esteja...

Pipoca dos Saltos Altos disse...

Um homem extraordinário, cru e frontal, e cheio de emoções por dentro.

Fatyly disse...

Apesar de ter começado a ler dois livros seus e não ter conseguido acabar, reconheço que foi um homem que marcou a diferença pela sua forte personalidade e convicções.
Foi-se o homem e ficou a obra e segundo julgo saber pelo menos irás ter mais dois que ficaram na forja.
Nunca compreendi a "guerra" com Sousa Lara que ontem lamentou a morte mas que mantinha a sua posição. Enfim!

Hoje para mim também é um dia triste, por mais dois ilustres (des)conhecidos que faleceram, mas que eram meus amigos: um era genro da minha vizinha que nos seus 43 anos atirou-se da Ponte 25 de Abril. Porquê? só ele sabe!
Outro marido de uma amiga/colega/vizinha que já se previa mas...custa sempre!

É a vida e uns vão até à sua última morada ao som de trompetas e outros no mais profundo silêncio!

Mi disse...

E eu que ainda alimentava a esperança de vir a ter os meus livros também autografados pela sua mão.
kiss

Maria disse...

É pavoroso imaginar que, infelizmente, o nosso poço de imaginação e inspiração irá esgotar em breve. Que descanse em paz, nós continuaremos a lê-lo e amá-lo com certeza!

Pintas disse...

uma enorme perda para o mundo da literatura mundial :(

hugo disse...

Olá b'lotinha,
tb fiquei mto triste... o problema é que ele continuava a publicar regularmente.
Se ele tivesse falecido já depois de ter parado de escrever, não seria tão custoso, mas parar assim em pleno processo produtivo... doi! parece que ficou um vazio.

Tinha na minha mesa de cabeceira as "intermitencias da morte" estava a fazer algo que mto raramente faço: ler pela segunda vez um livro. só podia ser um livro dele.

Tb eu guardo um livro autografado, não por ele mas por uma bela escritora, na esperança que um dia tb ela ganhe um nobel da literatura ;)