quinta-feira, 25 de março de 2010

Neste blog fuma-se

Aliás, neste blog faz-se aquilo que se quer. Providenciando o respeitando pelos outros, como é claro. Muitos dos posts que aqui estão foram escritos com a mão direita enquanto a esquerda segurava um cigarro. Eu não fumo muito. Fumo 3 a 5 cigarros por dia. E espantem-se os não-fumadores: eu sei que fumar faz mal. A sério! Não é fascinante? Eu fumo e sei que fumar faz mal. Incrível! Por isso não preciso que me estejam sempre a lembrar do mesmo. É que caso eu não soubesse, está escrito nos maços. E eu sou confrontada com essa informação pelo menos as tais 3 a 5 vezes por dia. Não estou de acordo com a proibição do fumo em espaços nocturnos. Banirem os cigarros numa discoteca, para mim, anda a par com tirarem o álcool ou a música. Mas não vou para a porta desses espaços refilar. Respeito os outros e escolho um sítio diferente para ir abanar a cabecinha. Também não vejo ninguém a confrontar pessoas bêbedas com informação sobre doenças hepáticas, ou os menus XL do McDonald’s a serem proibidos a pessoas com mais de cem quilos. E muito sinceramente vai tudo dar precisamente ao mesmo. E depois ainda há o grande argumento proferido ultimamente do “fumar não está na moda”. Não está na moda? Epah, então agora é que eu vou mesmo deixar de fumar! Give me a break. Eu não fumo dentro de um restaurante (oh e se gosto disso), não fumo perto de crianças, e apago sempre o cigarro se vejo que isso incomoda alguém. Deste modo, se eu respeito os não-fumadores, parece-me no mínimo justo que me respeitem a mim também. Dito isto, com excepção dos meus pais cuja função é alertarem-me para estas coisas, a próxima pessoa que me abordar com aquele ar normalzinho e inocente mas de quem está na posse de um relatório médico ultra secreto sobre a nicotina, vai perceber que, de facto, os cigarros também matam os fumadores passivos. Ou pelo menos engasgam-nos. É que eu tenho a certeza que não se vão sentir muito confortáveis quando eu lhes enfiar o maço inteiro, devidamente apagado, pela garganta abaixo.

(E quando decidir deixar de fumar, agradeço igualmente que não me venham dar os parabéns. É uma decisão pessoal como outra qualquer. Não é uma festa pública.)

35 comentários:

Anónimo disse...

Concordo plenamente, eu que não sou fumador, nunca fui nem planeio ser, pelo menos enquanto este meu amor pelo desporto me fizer preferir manter os pulmões nas melhores condições possíveis, que nem assim são suficientes a maior parte das vezes :)

Irritam-me profundamente os fumadores que não respeitam os não-fumadores, assim como me irritam profundamente os não-fumadores armados em superiores. Tem graça ver um senhor reclamar com outro apenas por este estar a fumar o seu cigarrito depois do café matinal (hábito que com certeza muita gente tem por esse mundo fora), por aquilo lhe fazer mal à saúde, quando esse mesmo senhor, logo de seguida, atravessa a rua sem sequer ligar ao camião que vinha bastante depressa do seu lado esquerdo. Do meu ponto de vista, um cigarro todos os dias depois do café da manhã é bem menos perigoso que um camião de 40 toneladas numa bela manhã de segunda.

Anónimo disse...

nao gosto de fumo de tabaco. nao me importo que as pessoas fumem, mas nao 'em cima' de mim enquanto estou a jantar, ou no centro comercial quando estou a fazer compras ou noutro sitio 'fechado' qualquer. e isto não me parece uma falta de respeito, pois enquanto o facto de alguem fumar perto de mim me prejudica a saude (para alem do cheiro terrivel), o facto de eu pedir que nao fumem 'para cima' de mim não prejudica ninguem (em termos reais, leia-se). e nao acho que esteja a armar-me em superior.

so_risoIncógnito disse...

Bem dito! E "mai'nada"! :D

Maria_S disse...

Pronto já me calei eheheh. Tens razão, mas eu também não sou assim tão chata, só se atirarem o fumo para cima de mim. Bjs.

Nuno, apenas Nuno. disse...

Belota... fumar faz mal...

Marlucinha disse...

Querida Belota,

Faço das tuas as minhas palavras. Sou super cuidadosa com os não-fumadores (até porque eu também não gosto de levar com fumo quando acordo, fumo ao jantar, fumo direccionado às minhas narinas,etc), e ainda assim estou sempre a levar com refilões. Sim, eu sei que fumar mata!
E btw, no blog da Marluce também se fuma!

Ilusão disse...

Fumar mata... viver também!!! E não é por isso que vou deixar de viver ;)

beijinho

Ultima Thule disse...

Vou fingir que este post sobre tabaco nunca existiu....

Anónimo disse...

Argumento de treta esse do McDonalds, hás-de me dizer como é que eu estar a comer um big mac ao teu lado te prejudica a saúde (de forma tão directa como o fumo passivo). E depois vamos falar dos efeitos de tu estares a fumar ao meu lado e vais perceber que estás a comparar o que não dá para comparar. Nos bêbados a única coisa que daria para comparar são os riscos para os outros quando bêbados se metem ao volante.

O que tu não percebes, e muitos fumadores não percebem, é que nós não-fumadores nos estamos a lixar para a vossa saúde! A sério, façam o que quiserem, matem-se com o veneno da vossa escolha, mas não o partilhem connosco. É assim tão difícil de entender? Deixa de te sentir especial e querer tratamento especial só porque fumas. Big fucking deal.

B. disse...

Belota...

Compartilho tudo o que disseste...
Durante 10 anos fumei 2/3 cigarros por dia e mais uns quantos à noite. E não havia coisa que me enervasse mais do que eu ir acender um cigarro e olharem para mim de lado ou pior tirarem-me o cigarro da mão e cenas diversas!!

Eu tenho asma e sei que era estupido fumar, e sei que 2/3 cigarros me faziam mal e nem sequer eram vicio e bla bla bla...

Deixei de fumar quando me apeteceu (que foi este ano) e digo-te, não foi a melhor coisa que fiz, nem sinto imenso alivio poe nao fumar...nem essas frases feitas que toda gente diz!
Fumava porque gostava, custa-me ver pessoas a fumar, mas tomei uma decisão e está tomada. Por enquanto é assim, no dia em que achar de outra maneira volto a fumar...e ninguem tem nada a ver com isso!

Relativamente ao respeito fumador/não-fumador. Respeito-os se eles me respeitarem a mim, se estiver numa esplanada e alguem me chatear por causa do cigarro, tenho pena! É a vida...

B.

B. disse...

Um parentesis ao senhor anonimo que esta por cima do meu anterior comentario:

Acho que nenhum fumador quer direitos especiais, sem ser serem respeitados. Eu não disse nada relativamente à lei do tabaco, aceitei, é daquelas coisas...
Se me chateou nao fumar em restaurantes depois do almoço? sim chateou...mas percebi...

Mas agora que a lei foi corrigida, e me parece justa, quem não quer levar com fumo que se mude...
Nós não partilhamos fumo com ninguem, é só nosso nosso nosso até ao fim!!!

loirices disse...

Eu concordo com a lei do fumo porque embora existam muitos fumadores respeitadores do espaço envolvente, a verdade é que muitos outros não o eram. E se em espaços grandes (restaurantes) não havia grande problema, quando os espaços eram pequenos, parecia que o fumo estava mesmo ao nosso lado. E pronto, lá ía uma refeiçãozinha com "n" cigarros ;)

o stressado disse...

Fumas!? Coitada... tão nova. Vais nos fazer falta.

Belota disse...

Caro anónimo,

o que tu não percebes, é este post. Não estamos a falar dos riscos para os fumadores passivos, aliás eu fui a primeira a referir que tenho o cuidado de não fumar para cima dos outros. Sejam eles fumadores ou não. A única coisa que eu gostava, é precisamente que se acabasse com essa "atenção especial". Temos que nos respeitar uns aos outros. Não só eu não me sinto especial por fumar (que coisa mais estúpida!!) como acho que o facto de me estarem sempre a lembrar da mesma coisa, só por si, já é um tratamento especial.

Acho mesmo que o teor deste post te passou ao lado. Até porque se te estás a lixar para a minha saúde, é precisamente isso que eu quero. Que me deixem em paz. Desde que eu respeite os não-fumadores. Coisa que, tenho o cuidado de fazer sempre.

Em relação à "treta do McDonald's" não percebeste mesmo a ideia. Ora vamos lá ler de novo. Desta vez com calma. :)

o stressado disse...

http://www.youtube.com/watch?v=qZmMC26v7hc&NR=1

Patrícia disse...

Os não fumadores já não se podem queixar. Quase não se fuma em 90% dos sítios e portanto desde que começou esta lei, se eu estiver num local de fumadores não apago cigarro nenhum, nem com crianças, nem com o papa. Se estão ali num local de fumadores sabem que se vai fumar, portanto se estiverem mal mudem-se.

Zhyph disse...

Não fumo mas não tenho nada contra as outras pessoas fumarem, estão a fazer mal, mas a elas próprias, assim como eu faço mal a mim própria em diversos hábitos do meu dia-a-dia (substitua o tabaco por chocolate :P)

Mas eu nunca conseguia ir a um bar ou discoteca antes da lei do tabaco, ou mesmo jantar fora em restaurantes que não fossem com esplanadas. Centro comerciais eram isuportáveis!

Sou alérgica ao fumo do tabaco, meus olhos incham, fico com conjuntivite (numa discoteca saia quase cega!). Fico com uns ataques de tosse insuportáveis e acho muito desagradável estar a apreciar a minha refeição sob o fumo do senhor de trás, senhora do lado e rapaz da frente (como já aconteceu por diversas vezes antes).

Como disse, nada tenho contra vcs fumarem, mas também temos a liberdade de conseguirmos estar numa discoteca sem sair de lá com uma conjuntivite ou com o cabelo e roupas com um cheiro insuportáveis! Porque nestas ocasiões vcs não estão a fazer mal apenas a vcs, mas aos que não fumam tb!Pois o fumo passivo tb é prejudicial à saúde!

Agora, o ácool que uma pessoa bebe, não é prejudicial à saúde do outro, uma pessoa vai para uma discoteca já para ouvir música alta! Uma pessoa quando come toneladas de chocolate (eu!) ou gorduras do McDonnald, somente se prejudica a si própria! Não à pessoa imediatamente ao lado, por mais ao lado que esteja.

Penso que vcs devam pensar tb um bocadinho nas pessoas que estão ao vosso redor quando fumam. Ainda no outro dia fui apanhar o metro e a pessoa estava a fumar, chegou o metro e a pessoa "puxou" bem, jogou o tabaco fora e expirou assim que as portas do metro fecharam!!!

E o cheiro a tabaco que fica no elevador um dia inteiro após as pessoas fumarem entre um andar e outro?

Esse cheiro para nós, além de fazer mal, é extremamente desagradável! Pensem nisso com carinho antes de acender um tabaco num local fechado onde estão outras pessoas que não fumam.

Zhyph disse...

Nota, eu percebi o conteúdo do post, eu sei que não gostas que digam que faz mal à saúde, assim como eu odeio que, a cada chocolate que eu pegue as pessoas mais próximas digam "olha, que engorda!!!" (grrrrrr!) Morro gorda mas morro feliz! :P

Por isso compreendo-te sim ;)
E acho óptimo respeitares os não fumadores, quem dera que todos fossem assim...

Beijinhos

ajoanita disse...

O Mc'Donalds e o álcool não são proibidos porque apenas prejudicam quem os consome. O tabaco não: prejudica quem fuma e quem está ao lado. Por isso é proibido em discotecas e afins... E acho muito bem que assim seja!

Maria Joana disse...

E os charros?

Aquele cheirinho que perfuma as salas de espectáculos. Aquela sensação de cabeça cheia e as vontades de rir que por vezes provocam...

Hummmmmm...

Charmoso disse...

Eu só fumo GANZA!!! Posso fumar ganza aqui no teu blog???

beijo

Di disse...

Ainda bem que pensas dessa forma! Tu fazes o que queres, não tens que te justificar nem de ter autorização de ninguém!

Acredito que vocês fumadores estejam mal por causa da nova lei... Mas o que importa é que foram feitos ajustes para todos ficarem minimamente satisfeitos :)

Beijo*

Eu Mesma! disse...

pois...
eu como fumadora... respeito os nao fumadores apenas e até ao momento.... que eles me respeitarem...

quando passa essa linha.... quando os nao fumadores não têm respeito.... eu tb o deixo de ter....

para mim é uma questao de respeito pela individualidade de cada pessoa...

Anónimo disse...

NA verdade, acho horrível ir para um concerto e ter de aturar o fumo dos outros a entrar-me pelo nariz acima... Acho uma falta de respeito as pessoas que fumam ao pé dos outros. Não sou obrigada a fumar o fumo dos outros. Não gosto e não suporto o cheiro. À custa desses comportamentos, num concerto a que fui assistir vi-me obrigada a apenas OUVIR uma vez que os fumadores se deliciavam com o seu cigarro mandando-me fumo e tive que me afastar bem para o fundo da sala... Portanto... Fumadores, vá lá, respeitinho por quem não fuma porque nós não temos culpa do vosso prazer, nem temos de aguentar o fumo nas narinas.

Maria disse...

Subscrevo literalmente. Nao fumo muito. SOu capaz de estar semanas e semanas sem fumar. Depende sempre de varias situaçoes, mas tambem nao entendo aquele olhar de recriminaçao com que nos olham.. Ha tantas outras coisas que fazemos e tambem matam..!

A. S. disse...

bem, eu não posso com o cheiro do tabaco. a sério. sou a única pessoa num grupo de quase 10 que não fuma, e estar com eles consegue, por vezes, ser um verdadeiro atentado às minhas narinas.

os meus argumentos para defender a opinião de que é melhor não fumar não se baseiam no facto de que fumar faz mal. isso, toda a gente sabe. só acho que (na minha opinião) fumar é um gesto um bocado para o feio, deselegante, fica mal tanto em homens como em mulheres, e sobretudo, cheira mal e sabe mal. portanto, pode dizer-se que os meus motivos para detestar o tabaco são um bocadinho fúteis. mas é simplesmente a minha opinião :)

PPaula disse...

Eu DETESTO tabaco. O fumo, a imagem, o vício, o dinheiro que algumas pessoas gastam nesse vício ao mesmo tempo que se queixam de que a vida está má e a crise e o c... Mas isso é com cada um, e cada um sabe de si. É só a minha opinião e as razões pelas quais eu não fumo. Por mim, os fumadores até podem fumar 3 maços por dia que eu não tenho nada com isso. Agora, eu não fiz em momento algum da minha vida a opção de fumar, por isso não me parece que tenha de estar a levar com a opção dos outros no nariz, olhos, pulmões, roupa e cabelo quando vou a um café, restaurante, centro comercial, estação do metro ou qualquer outro sítio público onde não temos outra hipótese que não partilhar o espaço com outras pessoas. Por isso... aplaudo a nova lei e só tenho pena que não se estenda às paragens de autocarro: é que lá por serem ao ar livre, não deixamos de estar obrigados a estar "juntinhos" sob pena de perder o lugar na fila. Mas enfim... isso até é o menos.

bjs

paula. disse...

Belota, nem mais.
Está tudo dito mas por mais que te esforces (ou tentes, vá) haverá sempre um fundamentalistazinho que confunde direito à saúde com extremismos contra a liberdade dos demais, como aliás a pessoa que comentou aqui acima de mim em relação às paragens dos autocarros (é para rir não? e depois é onde? não posso fumar no meu carro como passageira se estiver numa fila e o do carro ao lado não quiser levar com o fumo? ... etc etc etc...) É que em todos os restantes locais que refere já É proibido fumar!!! Mas depois ainda vêm com as esplanadas... No Inverno ala lá para fora com todos os fumadores que se lixem ao frio e chuva porque se querem fumar que fiquem lá fora, no Verão ah e tal que está a fumar para cima de mim e tenho os meus direitos ... Ora... patético, são dois pesos e duas medidas, portanto.
Lei sim, fundamentalismos é que não, já nem há pachorra, aliás, para esse discurso de treta anti-tabagista quando todas as precauções para proteger as pessoas não-fumadoras já foram tomadas. Quanto aos restantes locais onde se pode fumar, conselho aos não-fumadores: ide até outro sítio onde não se fume boa?
É que o conselho serve igualmente para os não-fumadores.
Já agora, quantos não fumadores conduzem carros que só em emissões de CO2 para a atmosfera, nomeada e literalmente para cima dos peões à espera numa passadeira ou na paragem, equivalem a maços e maços de tabaco juntos?

Anónimo disse...

"quem não quer levar com fumo que se mude..." minha amiga...n m querendo alongar deixa-me só por as coisas de esta maneira: se me apetecesse sair de casa com um tubo na boca que fosse radioactivo, que me fizesse muito mal a mim, e com o tempo e sucessivas exposicões a ele fizesse tb mal aos outros, cancro e afins (mas este n cheirava mal vá!)manifestavas-te? deixavas que eu entrasse no teu café todos os dias com a radioactividade pendurada na boca? não? fazias o quê? mudavas-te? aposto que não... mas isso seria uma novidade má, coisa que o tabaco não é, tem fortes raizes culturais e só por isso tu pensas assim, por acho que és uma rapariga inteligente e de outra maneira essas parvoices nao te saiam da boca. beijinhos P.S. tb fumo. uma maço por dia.

PPaula disse...

paula., vá.... A questão das paragend de auto carro foi um desabafo e como disse, isso até é o menos. Mas se os fumadores não podem fumar em espaços públicos, às vezes até bem amplos e em que não temos que estar ao lado uns dos outros... por que raio é que poderão fumar numa fila para o autocarro, em que lá por ser ao ar livre, quem está à espera tem de estar mesmo ali, ao lado do fumador, a levar com o fumo, à vezes mais do que se estivesse, por exemplo, num centro comercial? E repito... não faço juízos de valor sobre os hábitos dos outros, mas não tenho que ser incomodada por eles. Até porque eu não o faço. Lá por adorar chocolate, não ando a esfregar chocolate na cara das pessoas com quem me cruzo na rua, certo?

paula. disse...

PPaula, sem extremismos, lá está. Tenho uma filha com 11 anos e não suporto que fumem "para cima" dela pois se nunca o fiz não admito que o possam fazer com ela que, naturalmente, não fuma. Também não fumo dentro de casa, inclusivamente nas de amigos, mesmo que estes insistam para que o faça porque não se importam... Importo-me eu. :)
Da mesma maneira que me importo quando em qq restaurante/local fechado acontecia/ce isso das tais nuvens em cima de nós enquanto comíamos/tomamos um café(chá whatever. Sou fumadora mas antes de o ser sou humana e acredito que haverão muitos fumadores que apesar de o serem também não suportam o fumo dos outros em cima [até pq fumar não tem nada a ver com apanhar com as chaminés alheias ;)] logo, muito menos qq pessoa que não fume. Só não sou apologista dos extremos, acredito que o bom-senso e a educação devam prevalecer. Tem sido a minha postura e nunca tive qualquer situação de conflito/embaraço por causa do tabaco por mim fumado.
Mas sei que nem todos pensam assim. Tenho a minha mãe há muitos anos com bronquite asmática grave por ter sido muitos anos fumadora passiva no local de trabalho (algo p mim impensável, fumar-se onde se trabalha) e basicamente em todo lado pq se podia fumar em todo lado ;)
Sei o que isso pode fazer a inocentes.

Dream on girl disse...

Permite-me discordar do que disseste...
Digo já que tb não tolero não-fumadores que se armam em superiores e tratam os fumadores como escumalha e gente à parte.
Mas, não estás a pensar bem, também.
O facto de não se ir ter com alguém que está a beber é pq, o beber dele não interfere com o nosso fígado! O fumar, já interfere com os nosso pulmões e muito. Por isso eu acho muito bem que haja locais em que não é permitido fumar, ninguém deve levar com o fumo, ainda por cima prejudicial, se não fez essa escolha. E quem está a ameçar a saúde das pessoas é q deve ser penalizado e não o contrário.
O problema é q o fumo do tabaco só causa problemas a longo prazo e quando causa, daí os fumadores não perceberem que não é assim tão injusta esta proibição. Os fumadores que acham que são alvo de perseguição faz-me lembrar os pretos que têm a mania que se é branco, é racista.

E até por isso vou contar uma anedota para atenuar a nuvem cinzenta, até pq adoro ler-te, venho cá todos os dias, ou sempre que posso, mas acho q por isso tb posso vir comentar a favor ou contra de forma educada ao que aqui escreves :)
Então aqui vai a anedota.

Um preto vai registar a filha que acabou de nascer:
- Então qual é o nome?
- Ah, ponha Margarida Bicicleta
- Desculpe mas não posso registar esse nome.
- Não pode pq? Eu quero Margarida Bicicleta
- Desculpe mas acha que isso tem jeito de nome
- Ai, racista, já lhe disse que é Margarida Bicicleta.
- Tenho muita pena mas não pode mm ser.
- São mm uma cambada de racistas, então anda por aí uma Rosa Mota e a minha filha não pode ser Margarida Bicicleta? ehehehehhe

Belota disse...

Ok, mais uma vez, este post não é contra a proibição de fumar em espaços públicos nem tem que ver com fumadores passivos. É tão simplesmente contra as pessoas que informam os fumadores que fumar faz mal. Só isso!

Fatyly disse...

Li o artigo que saiu hoje na revista do correio da manhã e como mulher e vim dar uma leitura superfcial (amanhã com o dia mais livre darei uma leitura desde o 1º post) sobre este "guia" e pelo que já li só posso dar-te os meus parabéns.
Também fumo, 3/5 cigarros e nunca fumei em espaços fechados porque sempre respeitei os não-fumadores. Mas quando me dizem o que referes, a vontade é de mandar uma bafurada para cima e num cof, cof calarem-se. APRE!!!

Onde posso assinar? :)

Um abraço

Paula Raposo disse...

Eu subscrevo inteiramente!!