quarta-feira, 17 de setembro de 2008

Peter Pan, o totó que não queria crescer

Mesmo antes de ir de férias, a Belota foi assistir a uma encenação do musical Peter Pan de Leonard Bernstein, composto a partir da história original de J.M. Berrie, ou seja, nenhuma das lamechas adaptações da Disney e afins, a que estava habituada enquanto pequena.

Peter Pan, o rapazinho que não crescia crescer. Pois como se isso me surpreendesse. Coisa de gajo, portanto. A isso já nós nos habituámos! Mas não é tudo...

Aqui a Belota foi surpreendida com um Peter Pan que queria que a Wendy fosse sua mãe, e uma Wendy, que o que queria mesmo, e perdoem-me a frontalidade, era saltar-lhe para cima. Claro que o Peter, como gajo que é, não percebeu a indirecta e a coisa ficou por ali. E então o que é que a Wendy faz? Arruma-lhe a casa e conta-lhe histórias à noite. É bonito. Muito pouco estúpido.

Depois tem o que merece. Uma fada Sininho roída de ciúmes a tentar mandá-la desta para melhor. É que parece que o Peter afinal era o engatatão lá do sítio, e personagens femininas que não desejem mal uma à outra, não seriam propriamente femininas.

Mais estúpido ainda é que no final, a Wendy volta para casa, mas todas as Primaveras regressa à Terra do Nunca só para arrumar a casa do menino. É que ele há mulheres mesmo idiotas...

7 comentários:

PsYcHo_MiNd disse...

Quero uma gaja dessas para mim!

Belota disse...

hahahaha funny... Mais nada, não?

Pixel8 disse...

Estamos muito revoltadinhas, hem belota? Se a Wendy voltava todos os anos para arrumar a casa do Peter, so o fazia porque queria. Para alem do facto, quem manda a pateta fazer-se de parvinha e mandar indirectas? Se queria saltar para cima do Peter Pan, ela que se deixasse de joguinhos idiotas e que o confrontasse! Por isso realmente dou-te toda a razao... ha mulheres mesmo idiotas.

Ruben disse...

Belota, aqui pergunto... Será uma mulher idiota, ou um totó que afinal não será assim tão totó quanto isso? Poderá não ser muito ético o que ele faz (ou deixa fazer), no entanto as manipulação femininas que tanto vos diferenciam de nós não são muito mais éticas.
Como disse o(a) Pixel8, a Wendy só o faz porque assim o deseja. Por isso, regressamos às aulas de contabilidade e tentamos ver quem é que ganha o quê...
- Peter: vai comendo aqui ali. Está tudo bem para ele, com sorte ainda dá uma trancada ou outra na Wendy. Está feliz com a situação.
- Wendy: quer o Peter, e de vez em quando ainda vai a casa dele para lhe fazer umas limpezas, aproxima-se dele, e com sorte ainda lhe dá umas trancadas. Também está feliz com a situação.

Belota, é impressão minha ou isto acaba também por ser uma história lamechas e banal da Disney?

Zézito disse...

A mim o que me parece é que a Wendy vê o Peter como "amigo colorido" com quem pode dar umas quecas sp que lhe dá na cabeça, é só aparecer e zás!
Mais, parece-me que aquela cena da limpeza não é nada mais do que um trocadilho para "menage"

Há mm gajas taradas!

:P

Belota disse...

Eu nem acredito nestes comentários!! Meninos, vocês prometam já aqui que não vão contar histórias infantis aos vossos filhos! hahahahahaha

O pensador disse...

Bem...a julgar pelos comentários, A história do Peter Pan e da Wendy parecem recolher interesse e matéria suficiente para se poder fazer um filme pornográfico de grande sucesso com os dois juntos...

:-)

(Ps: Belota, se uma simples encenação é capaz de provocar isto....)