terça-feira, 6 de maio de 2008

Miúdos vs. Homens

Eu sei que já refilei imensas vezes que os homens não crescem. Mas hoje vou refilar sobre os pequenos pormenores em que de facto crescem. E não deviam.
Quando estava a sair do trabalho, que por acaso é ao lado de um consultório médico, vi um miúdo para aí de 16 anos, com um ramo enorme de flores na mão, que entrou e avisou na recepção que ia só esperar a namorada que estava numa consulta de psicologia. Achei a coisa mais querida do mundo. (que lhe acontecesse a ela, manifestações públicas de afecto não é comigo, notemos… lol) A seguir passei no supermercado, e na fila atrás de mim estava um gajo 10 anos mais velho ao telefone com a namorada. Primeiro começou por lhe dizer que estava num sítio em que não estava (ele viu essa parte da conversa como uma piada mas pareceu-me que ela não achou muito engraçado) e depois, a tentar ser querido, ainda perguntou se ela precisava de alguma coisa do supermercado. Esqueceu-se foi de avisar que estava numa fila com mais 10 pessoas atrás e que não poderia sair para ir buscar as coisas dela.
E eu fiquei mesmo a pensar, quando são putos vão até ao fim do mundo por nós, depois crescem e já estão de tal modo indiferentes, que só tentam ser prestáveis quando já sabem que não o poderão ser. Bah! Gajos!!

10 comentários:

analog vs. digital disse...

Belota, nao me leves a mal, mas ja alguma vez pensaste que os homens se tornam indiferentes ao crescerem porque passam varios anos formativos a serem mal tratados pelas suas respectivas e que acabam que decidir que talvez nao valha a pena serem tao atenciosos?

Vale a pena relembrar que as mulheres passam os seus anos de pitinha a gozarem com a cara dos seus namorados todos apaixonadinhos e que nao tem problemas nenhuns em maltratar e humilha-los so para poderem ter uma historia "gira" para contar junto das amigas.

E quanto mais bonzinho e querido for o namorado, mais mal tratado vai ser. Nessa idade as mulheres nao dao valor nenhum aos chamados totos. Depois crescem e apercebem-se que, afinal de contas, ter um homem apaixonado por voces ate tem piada. Pois nessa altura ja os homens perderam todo o tipo de paciencia e ja perceberam que mais vale ser um otario (ja que sao esses que se safam SEMPRE) do que arriscar mais humilhacoes :p

Ao que eu te respondo: Bah! Gajas!

Ruben disse...

Nada a ver com a idade, tenho a certeza que o cachopo de 16 anos, vai continuar a oferecer flores às namoradas (talvez poucos mas longos namoros), no entanto o imbecil de 26 anos era sem dúvida na altura quando tinha 16 um cromo qualquer :P
Os homens crescem com os meios de socialização (escola, TV/internet, pais) e com as namoradas que teve. Tudo em nós faz sentido porque uma vez no passado vimos e assimilamos. É tudo uma questão de educação e sensibilidade (alias, esta última também pode ser educada).
Continuo a achar que a maioria dos homens ainda é tal e qual como o descreves, no entanto, acredita que cada vez mais estamos a evoluir. Em parte graças a ti :P

Beijokas

Ana disse...

Concordo com o que o Ruben disse, ele tem toda a razão!

Só uma nota... Mentir, mesmo que na brincadeira, nunca tem piada! A única excepção aceitável acontece no dias das mentiras e mesmo assim há limites!!! O tipo mais velho já acordava para a vida!

O pensador disse...

Belota, não tentamos só ser prestáveis quando já sabemos que não o poderemos ser...só o fazemos quando estamos seguros que elas não vão precisar de nada!

Parece um pormenor insignificante mas acredita que é muito importante...hehehe

:-)

(Ps: Não julgues o comportamento dos homens de forma tão ligeira, nunca te esqueças que a tua opinião assenta essencialmente naquilo que vês e que a opinião da namorada do "gajo do supermercado" assenta naquilo que conhece..)

Morena disse...

Amiga,vim dar-te um beijo e cuscar este blog que está sempre e merecidamente a bombar!
Achei tão giros os diferentes pontos de vista dos teus comentadores. Concordo com o primeiro e com o Pensador.
Já conheci ambas as estirpes de homens que apresentaste neste post e já amei ambas também. Acho mesmo que por já ter sido um pouco dessas duas estirpes não sei catalogar onde começa o "ser homem" e pára o "ser mulher"! (Neste aspecto de catálogo, claro!)
Tenho só uma mensagem para todos: Não tenham medo de amar! Há os bons, o menos bons e os maus e a escolha é um exercício de puxar pela cabeça... que só nos faz crescer!
Um grande beijo para ti, minha amiga. Adoro-te :)

Pistaxa disse...

Não podia concordar mais quer com o pensador quer com a morena =)

Belota disse...

Pronto, ainda há esperança... é isso que me querem dizer? :D

Pistaxa disse...

Tenho as minhas dúvidas ahahahah =D

Francisco del Mundo disse...

Não te queres queixar de mais nada?:D
Beijo

Anónimo disse...

Nao conheco nenhum homem com atitudes de "miudo", que tenha namorada. Queixam-se mas quando tiveram um "puto" desses na vossa que é que a maioria de voces fez? Viravam-se para as amigas e diziam é um querido mas é um totó... Não descola... Coitadinho... etc. Se os homens chegam aos 20 e tais como chegam e ja nao sao capazes de agir tal como no seu primeiro amor, e friso a palavra "agir" porque podem realmente gostar de facto imenso de voces, mas a vida ja nos ensinou a nao agir como gostariamos, mas sim a dar, a fazer, um pouco menos do que queremos porque em regra nao vale a pena porque voces nao sabem dar valor a essas coisas. Acreditem que a culpa nao é nossa, mas sim das nossas experiencias com as mulheres, que puro e simplesmente nunca sabem o que querem...