quarta-feira, 21 de outubro de 2009

E sobre os comentários do Mário David? Ninguém se pronuncia?

Diz o "euro-parvo-deputado" que o Saramago devia deixar de ser português. É bonito. Vamos mandar embora os poucos talentos internacionalmente reconhecidos que temos. É uma atitude inteligente. Disseste uma coisa que não gostei, já não brinco mais contigo. Gosto desta maturidade. Aqui.

18 comentários:

Belota disse...

O raciocínio até pode fazer sentido, visto ter sido o próprio Saramago o primeiro a sair do país, mas esta gente critica, critica, mas está a responder exactamente na mesma moeda. E é isso que eu já não entendo. Conseguem ser ainda mais baixos.

Laetitia disse...

O que não percebo é onde fica o respeito e a tolerância. E ainda adoram falar em Estado de Direito. Pufffff!

Saltos Altos Vermelhos disse...

ah caraças afinal é verdade! Falei disso mesmo agora! lol

Saltos Altos Vermelhos disse...

http://saltosaltosvermelhos.blogspot.com/2009/10/ando-preocupada.html

Estevão disse...

Ó belota, mas o comuna do velho é que não gosta de ser Português, por isso é deixá-lo apodrecer na ilha com o chasso da mulher

Abobrinha disse...

Belota

O raciocínio não faz sentido. Nada do que ele diz faz sentido: estamos num país livre e onde, infelizmente (tenho vergonha de o assumir) o Saramago foi censurado. Não gostando de todas as facetas do Saramago (e só de parte do que ele escreve, mas o que gosto gosto muito), NADA justifica a censura.

Este senhor é que devia renunciar à cidadania porque eu tenho vergonha de uma atitude de censura (sobretudo havendo já um precedente).

... desististe de debater galochas? Vais queimar as tuas? Isso seria também democrático! ;-)

shark disse...

who the fuck is Mário David?

Susaninha disse...

Engraçado ainda hoje falei em SARAMAGO...
O M.DAVID TAMBÉM SE PASSOU:)
Não sou fã do Saramago mas acho que ele alerta para muitos assuntos não gratos e obrigar a pensar não se gosta vero???
SUUUUUUUUUrrisinhos:)

Paulo disse...

Se eu pensasse como o euro-parvo-deputado Mário David, diria que ele (o deputado) devia deixar de ser português! Mas não penso. E não é por alguém dizer barbaridades que me tira o sono ou vontade de comer pastéis de nata. Mas que me incomodava menos se fosse um euro deputado inglês dizer barbaridades, incomodava.

Tiago disse...

Já mandamos uma pianista, agora despachamos um escritor... Qualquer dia nem o CR7... oopss 9, escapa.

continuando assim... disse...

o mais giro , é que todos podem dizer o que lhes apetecer ...inconsequentemente :(


bj
teresa

Ana disse...

Infelizmente, os medíocres são sempre assim. Saramago disse apenas a verdade, independentemente de sermos ou não católicos: uma parte da Bíblia (o antigo testamento) é uma história de histórias de traição, mentira, roubo, etc. Basta lê-lo. Foi justamente por essa razão que Jesus, de acordo com a Bíblia, terá vindo à terra para salvar os seres humanos. Parece que os católicos não leram a Bíblia. Saramago, apesar da sua ideologia ultrapassada, é mesmo o nosso grande autor.E apenas por um livro:o Memorial do Convento.Quem pode esquecer personagens tão belas e livro mais sublime? É a grande obra-prima literária do séc. XX e escrita na nossa maravilhosa língua. A ele o devemos! E não a um deputadozeco medíocre que ninguém antes sabia quem era! Saramago fez mais pela língua portuguesa e por Portugal do que qualquer deputadozeco fez ou alguma vez fará.

Helena disse...

Não sabia que este tema de Saramago já era "bisado" aqui e estive a ler os tais comentários anteriores e deixo só dois detalhes insignificante: 1º Saramago não precisa de publicidade, ele é traduzido em castelhano, catalão, francês, alemão, polaco, etc.2º Os países onde Saramago é mais lido são fortemente católicos - Portugal e sobretudo Espanha. Os seus comentários têm mais repercussões negativas que positiva. Meus caros, enganam-se, portanto, quando dizem que foi apenas uma operação de marketing.

Pamat disse...

Somos mais ou menos 10 000 000 por isso sugiro que se tire a nacionalidade a esses mesmos, e que fique como português o M. David.

BA disse...

Senhora belota, será que o deputado é parvo como se intitula?
Olhe que ainda ontem vi um inquerito, onde a maioria, e repito MAIORIA dos portugueses condenam as afirmaçoes do Saramago.
E muitas dessas pessoas até o admiram como escritor, mas existe limites para tudo.

Agora voltando à questao, se ele tanto detesta PORTUGAL.Se só sabe falar mal disto e daquilo, que ao fim ao cabo incide sobre o povo portugues, entao que vá embora.
Nao podemos esquecer, que o dito escritor já foi para espanha...

Devemos ser coerentes naquilo que afirmamos, senhora Belota.Pois basta olharmos para alguns dos seus post,e a sua opiniao coincide em certa medida com as afirmaçoes do tal deputado.
Enfim...

Saudaçoes

Eu Mesma! disse...

Estes senhores sao mesmo muito maduros Belota....

com assuntos tão importantes para discutir andamos preocupados em amuanços...

Sónia Costa disse...

Bem, a julgar pelo número de pessoas que tal como Saramago não crêem na Igreja e discordam dos seus ideiais, então Portugal ficaria reduzido a quase metade, talvez....

Paulo Fontes disse...

Hoje li no IP que o Saramago deveria entregar, devolver, os pontos do Minipreço, quanto a deixar de ser português a ideia partiu dele, pelo que sei...