segunda-feira, 10 de março de 2008

Not in the face

Este fim-de-semana estive a aprender a andar de skate. E lá estava eu, quando me lembrei de perguntar se não seria boa ideia ter umas luvas protectoras caso caísse ao chão. A resposta que me deram, vinda de um gajo, naturalmente, foi que não era necessário, pois se eu caísse o instinto imediato seria cruzar os braços à frente da cara para a proteger. Ora eu como miúda, ou tenho instinto de levar as mãos directamente ao chão, ou então protegerei as calças ou a camisola (depende da preferência).
A situação toda fez-me lembrar as lutas entre gajos na televisão. Quantas séries e filmes cómicos já eu vi em que alguém grita “Not in the face!”. É que andar à porrada resolve o problema, mas deixar marcas na cara já é abusar.
Tenho um ex-namorado que se lembra exactamente da sua primeira cena de mocada. Estava na 1ª classe quando um miúdo lhe passou à frente na fila. Ele não tem mais nada e dá-lhe um murro. Quando o puto desatou a chorar e a correr para ir fazer queixinhas à professora, o meu ex-namorado com 6 aninhos, esfregou o joelho no chão até fazer sangue e depois foi queixar-se que o outro é que tinha começado. Ser mauzinho é assim mesmo. Mas depois quando crescem já inventam regras para tornar a coisa um bocadinho mais civilizada. Por sua vez, as miúdas se andarem à luta desatam logo ao estalo. Na cara! Não somos muito dadas a confrontos físicos, mas se a coisa der para o torto é para ir a sério…

8 comentários:

PsYcHo_MiNd disse...

Nada como uns bons puxões de cabelos em briga de gajas. Deviam era todas de o fazer em biquini num ringue de lama.

Pistaxa disse...

Pois eu cá nunca me meti em grandes confusoes mas qd me puxam o cabelo ai o caso muda de figura e começaa valer tudo^^

Maria Manuela (M&M) disse...

Ser mauzinho é quase espetar um garfo no olho de um colega e partir os dentes a outra.... o primeiro não cegou por milagre (foi mais ao lado) mas até à 4ª classe nunca mais me chamou estupida e a segunda nunca mais se sentou no meu lugar na carrinha do colégio....

LLLOOLLL

beijos

Sway disse...

Uuuuuffff... M&m... Medooo!...
Por outro lado, deves ter conseguido demarcar, rápido rápido, o teu território! ;)

Em relação ao estalo, é verdade que somos rápidas a chegar a esse ponto mas há que admitir que um bom estalo deixa muito menos marca que um bom murro! E que um bom murro é muito mais digno (acho estalo horroroso, enquanto conceito... nunca gostei... acho ofensivo... bem mais ofensivo que um murro!)

Ana disse...

lolol O teu ex em puto sabia-a toda!!!
Sabes que ficar com marcas na cara, depois de andar à pancada, implica ter de contar a história a muita gente e chega a um ponto que é embaraçoso... Extremamente embaraçoso!
Já imaginaste o que era ter de contar ao teu chefe que andaste à pancada?!? É muito mau!

Francisco del Mundo disse...

Toda a gente concorda: qual estalo, puxam imediatamente o cabelo...:D
Beijo

Hands of Time disse...

é a melhor de solucionar os problemas sem dúvida lololol

Belota disse...

Esperem lá que não consigo parar de rir com a história da m&m...